Troféu Mighty Mini 2017: Uma competição promissora em Portugal

Troféu Mighty Mini 2017: Uma competição promissora em Portugal

Febre dos Mini invadiu o Circuito Estoril. No último fim-de-semana realizou-se, durante o Estoril Racing Festival, o 2º teste com os Mini a pensar em 2017.

136

O Troféu Mighty Mini vai ser uma realidade em Portugal no próximo ano e os dados estão lançados para uma competição promissora. No último fim-de-semana realizou-se, durante o Estoril Racing Festival, o segundo teste com os Mini a pensar em 2017. Dos sete carros já adquiridos para este novo desafio organizado pela RaceReady estiveram presentes seis. Só um problema pessoal de um dos participantes impediu que houvesse mais um Mini em competição. O interesse e o entusiasmo suscitados foram tão grandes que já há mais equipas a comprometerem-se para a temporada que aí vem.

A seis meses da primeira corrida do Troféu Mighty Mini, agendada para o mês de Abril, a RaceReady promoveu o segundo teste para os carros já disponíveis. Os 17 pilotos divididos pelos seis Mini que marcaram presença no Estoril Racing Festival integraram os 250 KM CSS Group 1 e proporcionaram um entusiástico espectáculo a todos os que se deslocaram ao circuito para assistir às corridas.

Pequenos mas muito enérgicos, apesar dos baixos níveis de potência, andaram em constante luta uns com os outros pela melhor posição. Os andamentos semelhantes fomentam estas trocas e garantem prazer de pilotagem para quem discute praticamente todas as travagens com os adversários. Nota disso foi que, ao fim de meia hora, aquando da primeira paragem para abastecerem, os quatro primeiros saíram colados, como se fosse uma nova partida.

No final, a vitória foi para a experiente dupla constituída por Fernando Soares e Rui Costa, seguidos pela dupla lisboeta de Nelson Rego e Alexandre Leal, que já tinham testado em Julho. A fechar o pódio ficou o quarteto de Luís Sepúlveda, Duarte Aguiar, Hugo Godinho e Miguel Moreno que guiaram um Mini em pista pela primeira vez. Destaque, ainda, para a equipa de Vila Real composto por Manuel Fernandes, por Arnaldo Marques, por Mário Marcão e por José Pedro Peixoto. O Mini desta formação só chegou de Inglaterra na sexta à noite. Parado há três anos, foi alvo de uma ligeira revisão e mesmo assim conseguiu terminar a corrida, o que demonstra o elevado nível de fiabilidade.

Para Diogo Ferrão, o responsável da RaceReady, esta segunda apresentação dos Mini que vão ser a alma do novo troféu correu da melhor forma.

“O Estoril Racing Festival foi uma excelente oportunidade para mostrar ao público que os Mini são interessantes de ver em pista. O prazer que os pilotos tiraram durante a competição também ajudou alguns indecisos a renderem-se aos argumentos dos pequenos modelos ingleses. A animação e o espectáculo ao longo da corrida foram tais que durante o fim-de-semana foram feitas, em pleno circuito, mais duas pré-vendas com vista ao troféu que se inicia no próximo ano”, afirmou.

A organização está a ultimar o sítio oficial do Toféu Mighty Mini que muito em breve será colocado online. Aí será possível consultar todas as informações a respeito desta competição, com destaque para o calendário de 2017.