Troféu Mighty Mini 2017 apresenta-se no Estoril Racing Festival

Troféu Mighty Mini 2017 apresenta-se no Estoril Racing Festival

O enorme interesse em torno da nova competição que arranca em 2017, levou a Race Ready a realizar novo teste durante os 250 KM CSS Group 1 no Estoril.

117

O enorme interesse em torno da nova competição que arranca em 2017, levou a Race Ready, empresa responsável pela organização baseada nos Mini MK4 SPi, a realizar novo teste para o Troféu Mighty Mini durante os 250 KM CSS Group 1, que se realizam integrados no Estoril Racing Festival, no próximo Domingo (dia 27).

Esta é uma oportunidade única para ver sete Mini em acção, naquela que será uma antecipação do espectáculo que os pequenos e irrequietos modelos britânicos vão dar na próxima temporada.

Este será o segundo teste realizado em solo nacional. Depois da primeira experiência que aconteceu, também no Estoril, e em que participaram quatro Mini, já houve sete pilotos/equipas que adquiriram viaturas para a competição, que começa só daqui a mais de seis meses.

O entusiasmo é evidente. É por isso que todos os carros que já se encontram em Portugal vão correr. A estes automóveis junta-se o de uma formação inglesa que não quis faltar a este ritual de iniciação do troféu português.

O conceito do Troféu Mini, que se baseia num modelo com motor e caixa de velocidades totalmente de série, permite competir com custos muito controlados. Na corrida, marcada para as 18 horas de Domingo no Estoril, grupos de amigos reúnem-se em torno de uma paixão em comum: os automóveis. Têm, assim, a oportunidade de se divertirem bastante em pista e tudo pode acontecer.

A competição, com duração de duas horas, está dividida em quatro turnos de condução. O grande objectivo de cada uma das formações presentes é, essencialmente, chegar ao fim deste desafio. Se tal se concretizar, é certo que a felicidade será transversal a todos os pilotos, mecânicos e amigos reunidos em torno de cada participação.

Para Diogo Ferrão, o responsável da RaceReady, ter um segundo teste antes de avançar com o Troféu Mighty Mini em 2017 faz todo o sentido.

“O interesse gerado por este troféu tem sido fantástico. O Mini é, sem dúvida, um ícone dentro e fora do desporto automóvel e um dos carros que mais paixões e prazer de condução proporciona. Mesmo para os espectadores é impossível ficar indiferente a ver um passar. Fico muito feliz pelo entusiasmo que tem gerado em novos praticantes, que assim podem ter um primeiro contacto com a modalidade.

A verdade é que nestes troféus com carros de menor potência, as viaturas mais bem preparadas acabam sempre por andar um pouco mais, pois cada cavalo é muito importante, mas a ideia desta competição é mais a ‘club racing’ para proporcionar corridas animadas e competitivas a todos e ser uma excelente base de aprendizagem para quem está a começar no automobilismo”, afirmou.