Troféu Joaquim Agostinho 2017: Yannis Yssaad vence a batalha do Vimeiro

Troféu Joaquim Agostinho 2017: Yannis Yssaad vence a batalha do Vimeiro

Yannis Yssaad (Armée de Terre) ganhou hoje o 1º sector da terceira etapa do Troféu Joaquim Agostinho, uma curta ligação de 78 quilómetros, entre Atouguia da Baleia e o Vimeiro

64

Yannis Yssaad - Troféu Joaquim Agostinho 2017 - VimeiroO corredor francês Yannis Yssaad (Armée de Terre) ganhou hoje o primeiro sector da terceira etapa do Troféu Joaquim Agostinho, uma curta ligação de 78 quilómetros, entre Atouguia da Baleia e o Vimeiro. José Neves (Liberty Seguros/Carglass) continua no topo da geral, mas dispõe de apenas 3 segundos de vantagem sobre Amaro Antunes (W52-FC Porto).

O possante elemento do exército francês voltou a mostrar superioridade numa chegada em pelotão, com o simbolismo de ganhar no local que recorda a Batalha do Vimeiro, que colocou em confronto as tropas portuguesas e os invasores franceses.

Yannis Yssaad cortou a meta com 1h46m48s de corrida, menos 2 segundos do que João Matias (LA Alumínios-Metalusa BlackJack) e do que Rafael Silva (Efapel), segundo e terceiro, respectivamente.

José Neves manteve o comando da geral individual, mas chegou no interior do pelotão, cedendo 8 segundos, devido aos ‘cortes’ de tempo numa chegada exigente, a coincidir com uma contagem de montanha de terceira categoria. José Neves tem a camisola amarela presa por 3 segundos para Amaro Antunes. O terceiro é Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira), a 15 segundos.

O desfecho em pelotão seguiu-se a uma viagem animada, praticamente desde a partida, por Igor Merino (Burgos BH) e por Garikoitz Bravo (Euskadi Basque Country-Murias), fugitivos que chegaram a deter mais de dois minutos e meio de vantagem sobre o pelotão, onde os homens do exército francês deram o peito às balas, ou seja, assumiram a perseguição. A fuga foi neutralizada a dois quilómetros do fim e Yannis Yssaad completou o trabalho iniciado pelos camaradas.

A única classificação que se modificou com o sector matinal da terceira etapa foi a dos pontos, que passou a ser comandada pelo vencedor da tirada. José Neves acumula a geral individual com os pontos, Amaro Antunes é dono das camisolas da montanha e do combinado, César Martingil (Liberty Seguros/Carglass) veste a camisola das metas volantes e a W52-FC Porto encabeça a tabela colectiva.

O segundo sector da terceira etapa começa às 16h00 deste Sábado, no local onde nascerá o Museu Joaquim Agostinho. Os corredores têm por diante 111 quilómetros, a maior parte dos quais a disputar em circuito, o tradicional Circuito de Torres Vedras, que engloba as subidas da serra da Vila e do Varatojo. A etapa acaba, cerca das 19h00, à quinta passagem pela meta, junto da estátua de Joaquim Agostinho.



Classificações

3ª Etapa – 1º Setor: Atouguia da Baleia – Vimeiro, 78 km
1º Yannis Yssaad (Armée de Terre), 1h46m48s (Mèdia: 43,820 km/h)
2º João Matias (LA Alumínios-Metalusa BlackJack), a 2s
3º Rafael Silva (Efapel), mt
4º Julen Irizar (Euskadi Basque Country-Murias), a 3s
5º Trond Trondsen (Team Sparebanken Sor), mt
6º Jaume Sureda (Caja Rural-Seguros RGA), mt
7º Francisco Campos (Miranda/Mortágua), mt
8º Amaro Antunes (W52-FC Porto), mt
9º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), mt
10º David de la Fuente (Louletano-Hospital de Loulé), mt

Geral Individual
1º José Neves (Liberty Seguros/Carglass), 9h22m46s
2º Amaro Antunes (W52-FC Porto), a 3s
3º Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira), a 15s
4º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), a 18s
5º Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), a 32s
6º Sérgio Paulinho (Efapel), a 38s
7º Raúl Alarcón (W52-FC Porto), a 46s
8º João Benta (RP-Boavista), a 49s
9º Pablo Torres (Burgos BH), a 56s
10º Gustavo César Veloso (W52-FC Porto), a 1m06s