Toyota Racing Series 2017: Pedro Piquet regressa à competição na Nova Zelândia

Toyota Racing Series 2017: Pedro Piquet regressa à competição na Nova Zelândia

Pedro Piquet abre 2017 na Nova Zelândia, de olho nos primeiros lugares da Toyota Racing Series, depois de disputar o título no ano passado

20

Após disputar o título da Toyota Racing Series até à última prova em 2016, Pedro Piquet está de volta à Nova Zelândia para 15 corridas ao longo de cinco fins-de-semana consecutivos. Agora, com uma centena de provas no currículo, o piloto brasiliense de 18 anos de idade retorna ao campeonato onde primeiro competiu em carros de corrida.

“Estou bem animado, conheço todas as pistas já. Vou mirar para andar entre os três primeiros desde o começo. Quero ir bem no campeonato e ser bem constante ao longo das 15 provas”, disse o bicampeão da F3 Brasil. Ele retorna à equipa M2 Competition, com o carro #5.

No ano passado, Pedro Piquet venceu duas corridas; uma delas, a prova principal em Hampton Downs, deu direito a um troféu em circulação desde 1921 antigamente atribuído aos vencedores do Grand Prix da Nova Zelândia, peça que já passou pelas mãos de competidores como Stirling Moss, Jack Brabham, Graham Hill, Keke Rosberg e Roberto Pupo Moreno. Conquistou ainda outros cinco pódios e duas poles.

Ele chegou à etapa decisiva, em Manfeild, na vice-liderança do campeonato e disputando o título com o britânico Lando Norris. Colocado para fora na primeira corrida e punido por ultrapassagem sob bandeira amarela na última, Piquet terminou o campeonato em quinto.

A jornada deste ano começa em Ruapuna, pista de 3,3 km onde Pedro quase venceu no ano passado. Na segunda prova do fim-de-semana, ele liderou 13 das 15 voltas, perdendo a dianteira apenas na última relargada do dia.

Nos três treinos livres, realizados na última madrugada, o bicampeão da F3 Brasil terminou em oitavo.

Na noite de Sexta / madrugada de Sábado (pelo horário de Brasília) acontecem as duas tomadas de tempo e a primeira corrida, com previsão de 15 voltas. A primeira qualificação define o grid da primeira prova, e a segunda qually, da terceira. A segunda corrida tem grid invertido – o número de posições é sorteado no pódio, pelo vencedor da prova inaugural. As duas corridas finais acontecem na noite de Sábado.

Toyota Racing Series 1 – Ruapuna (horários de Brasília)

Sexta-feira (13 Janeiro)
* 20h00 – Qualificação 1
* 20h20 – Qualificação 2

Sábado (14 Janeiro)
* 0h11 – Corrida 1 (15 voltas)
* 19h56 – Corrida 2 (15 voltas)

Domingo (15 Janeiro)
* 0h05 – Corrida 3 (20 voltas)