Tour Avenir: Ruben Guerreiro foi o melhor luso no arranque da Volta...

Tour Avenir: Ruben Guerreiro foi o melhor luso no arranque da Volta ao Futuro

109

Rúben Guerreiro foi o melhor elemento da Selecção Nacional/Liberty Seguros no prólogo da Volta a França do Futuro, um contra-relógio de 3,5 quilómetros, disputado em Tonnerre, no qual o luso foi o 64º classificado.

O corredor natural de Pegões completou o traçado em 5m15s, mais 22 segundos do que o vencedor, o dinamarquês Søren Kragh Andersen. O segundo classificado foi o italiano Gianni Moscon, a 1 segundo, e o terceiro foi o colombiano Sebastian Henao, a 4 segundos.

Entre os potenciais favoritos ao top-10 final da competição, o destaque vai para o Gianni Moscon (4m54s), para Sebastian Henao (4m57s) e para o austríaco Gregor Mühlberger (4m59s), únicos a baixar da barreira dos 5 minutos. A curta distância do prólogo deixou os melhores separados por poucos segundos, estando tudo em aberto para as sete etapas em linha, as quatro últimas montanhosas e passíveis de provocarem grandes alterações na geral.

Além do 64º posto de Ruben Guerreiro, a Selecção Nacional/Liberty Seguros teve em acção Luís Gomes, 72º, a 24s, Nuno Bico, 87º, a 28s, João Rodrigues, 94º, a 30s, Rui Carvalho 111º, a 39s, e César Martingil, 112º, com o mesmo tempo.

O percurso era duro e técnico. Só o Rui Carvalho e o Nuno Bico levaram ‘cabra’. Não compensava usar bicicleta de contra-relógio. Os resultados obtidos corresponderam ao que esperávamos. Mais do que o resultado, valorizo o facto de não ter havido azares e de tudo estar em aberto para os próximos dias”, avalia o seleccionador nacional, José Poeira.

A primeira etapa em linha, uma viagem de 160,5 quilómetros, entre Chablis e Toucy, corre-se neste Domingo, sendo, teoricamente, uma tirada para sprinters.

Trophée d’Or Feminino

Também em França, a Selecção Nacional/Liberty Seguros Feminina inicia no Domingo a participação no Trophée d’Or, prova internacional por etapas, que vai disputar-se até Quarta-feira. O seleccionador nacional, Gabriel Mendes, convocou seis corredoras: Daniela Reis, Ana Valido, Celina Carpinteiro, Liliana Jesus, Mónica Magro e Andreia Alves.

A primeira jornada será dupla. De manhã corre-se um contra-relógio individual de 7,2 quilómetros, em Saint-Armand-Montron. De tarde é a vez de uma etapa em linha, 87,9 quilómetros, de Orval até Culan.