Eusébio Cup: Torino vence troféu por 7-6 após desempate por penalties

Eusébio Cup: Torino vence troféu por 7-6 após desempate por penalties

Ao fim dos 90 minutos regulamentares, havia um empate a 1 golo e por isso a Eusébio Cup teve de ser decidida nos penalties, onde o Torino foi mais feliz

78

O Benfica perdeu com os italianos do Torino, por 7-6 (desempate por pontapés da marca de grande penalidade), em jogo a contar para a Final da Eusébio Cup, disputado no Estádio da Luz, em Lisboa.

Antes do jogo foi guardado um minuto de silêncio, em memória de Artur Correia (ex-jogador do Benfica, que faleceu na passada 2ª Feira), de Eusébio (um dos melhores jogadores de sempre e que “dá” o seu nome ao troféu) e de toda a ex-equipa do Torino, que faleceu num acidente de aviação ocorrido em 1949, precisamente depois de ter jogado com o Benfica no Estádio Nacional, num jogo que serviu também para homenagear a memória de um ex-jogador “encarnado”: Francisco Ferreira.

Depois de alguma emoção antes do apito inicial, o jogo acabou por ser fraco e sem motivos de interesse, a não ser os dois golos, apontados por Vives (na própria baliza, após um erro de Gomis e um longo lançamento de Salvio) e de Ljajic (aos 32 minutos).

Se na primeira parte o ritmo foi lento, na segunda metade a toada ainda foi mais fraca, também muito por culpa das inúmeras substituições feitas pelos dois treinadores, Rui Vitória e Sinisa Mihajlovic.

Ao fim dos 90 minutos, o jogo estava empatado a 1 golo e como estava um troféu em disputa, as coisas foram resolvidas no desempate por pontapés da marca de grande penalidade.

Foram precisos 14 remates para ficar tudo decidido, pois ao 14º remate, Victor Lindelof acertou na barra da baliza de Padelli e a Eusébio Cup foi parar às mãos dos jogadores do Torino.

Este foi o único jogo do Benfica no Estádio da Luz durante a pré-época, pois até ao jogo da Supertaça Cândido de Oliveira (a 7 de Agosto), os “encarnados” apenas têm um jogo em Lyon, frente à formação local.