Títulos do Campeonato Ibérico de Ciclismo de Estrada atribuídos em Almodôvar

Títulos do Campeonato Ibérico de Ciclismo de Estrada atribuídos em Almodôvar

Campeões Ibéricos de ciclismo Amador e Master foram conhecidos após diversas provas disputadas, com diferentes quilometragens, naquela vila do Baixo Alentejo

58

Federação Portuguesa de CiclismoUm dos principais redutos do ciclismo amador de competição de Portugal, o concelho de Almodôvar sucedeu à localidade espanhola de Cazorla, na província de Jaén, Andaluzia, na disputa do Campeonato Ibérico de Ciclismo de estrada, tendo sido conhecidos oito novos campeões ibéricos nas categorias em liça: Elites Amadores, Master 30, Master 35, Master 40, Master 45, Master 50, Master 55 e Master 60.

Nos Elites amadores, o novo campeão ibérico foi Valdemar Teixeira (Extremosul / Clinica de Pêra) consagrado diante de Dominic Mestre (Chão das Donas/Burger Ranch) e David Belo (Extremosul / Clinica de Pêra), segundo e terceiro classificados.

Nos Master 30, Gonçalo Brito (Chão das Donas /burguer ranch) levou a melhor, ao sprint, diante de Gonçalo Sousa (C.P.R. A-do-Barbas) e Leandro Coelho (Novabicineves / Azeméis é vida – ECBN).

João Mariano (Marques & Pereira/Garbike/Os Beirões) sagrou-se campeão ibérico de Master 35, impondo-se frente de Hélder Pereira (Ronda-Restaurante Grelha) e Nuno Manso (ASFIC/Grupo Parapedra).

A corrida das categorias de Elites Amadores, Master 30 e Master 35 decorreu pela tarde com uma quilometragem de 116 km. De manhã, com temperaturas mais convidativas a esforços, o programa de competições contemplou a atribuição de títulos em cinco categorias.

O primeiro título ibérico, conquistado por um corredor espanhol, deu-se na corrida de Masters 40, com 116 km, a mesma distância cursada pelos Master 45. Jose Benitez (CC Sirocco Bike) dominou a categoria, impondo-se com 58 segundos de avanço sobre Rui Rodrigues (ASFIC/Grupo Parapedra) e João Coelho (Casa Benfica Almodôvar / Swick Drilling), respectivamente segundo e terceiro classificados.

Nos Master 45, Antonio Moleon (CC Sirocco Bike) deu continuidade aos triunfos espanhóis, impondo-se sobre o compatriota Jorge Plata (CC Semar), cabendo a Humberto Silva (Peçamodovar / G.F.Pinto / C.D.Almodôvar) o terceiro lugar do pódio.

Vítor Lourenço (Viveiros Vítor Lourenço/ Sintra C. Ciclismo) foi o mais rápido dos Masters 50 a cumprir os 80,3 quilómetros do percurso, avantajando-se em quatro segundos a José Afonso (Novabicineves / Azeméis é vida – ECBN) e a Luís Gomes (Casa Benfica Almodôvar / Swick Drilling), terceiro classificado, a 14 segundos.

Na categoria de Master 55, João Pinto (Boavista/Servigás/Duobike/Nast) chegou à vitória depois de um apertado despique com Francisco Romão (UCA – União Ciclismo do Alentejo). O espanhol Francisco Sanchez (Ameral) ficou-se pela terceira posição.

Por fim, nos Master 60, Joaquim Barreiros (UCA – União Ciclismo do Alentejo) foi o vencedor, antecipando-se, na linha de chegada, e, 45 segundos ao adversário seguinte, Benjamim Silva (Irmandade Bike Team). Manuel Domingos (Casa Benfica Almodôvar / Swick Drilling) foi o terceiro classificado da corrida com a faixa etária mais elevada.