Team Novadriver: Balanço do Nacional de Velocidade após 2/3 do Calendário

Team Novadriver: Balanço do Nacional de Velocidade após 2/3 do Calendário

92

O Campeonato Nacional de Velocidade (CNV) está prestes a regressar à acção, após se terem cumprido dois terços do calendário com a realização dos Racing Weekend de Braga, Portimão e Vila Real. O Team Novadriver tem sido protagonista na competição, com o segundo lugar da dupla Francisco Abreu e Armando Parente.

Ao volante do Tatuus PY012/Honda do Team Novadriver com as cores da Brisa Maracujá, Socicorreia, King Tony Ferramentas, Eco-Cars, Diário da Madeira, Clube Desportivo Nacional da Madeira, Autódromo Internacional do Algarve, Novatech, Autódromo Virtual de Lisboa, Galp Fórmula, Panta Racing Fuels, Duoseg, Cision e Honda, Francisco Abreu e Armando Parente já venceram esta temporada e passaram pelo comando do campeonato.

Após uma vitória e um segundo lugar em Braga, que outorgou a liderança da competição a Francisco Abreu e Armando Parente, um resultado menos conseguido devido a um abandono causado por uma desafortunada colisão na segunda jornada realizada em Portimão e novo abandono devido a despiste na primeira corrida de Vila Real, relegou a promissora jovem dupla de pilotos do Team Novadriver para o segundo lugar do CNV 2015.

Porém, as exibições da talentosa dupla de pilotos do Team Novadriver, seja nos treinos, seja nas corridas, mostram que a dupla está cada vez mais sólida e com andamento suficiente para manter os líderes sob pressão e, assim, lutar pela vitória na competição nos dois Racing Weekend que faltam para o final da temporada, aproveitando, ainda, as bonificações em pontos pela ‘pole-position’ e pela volta mais rápida.

Como responsável pelo Team Novadriver, tenho um sentimento misto em relação à temporada. Por um lado, muito satisfeito com a excelente dupla de pilotos e com a qualidade da equipa técnica do Team Novadriver, que tem colocado o Tatuus PY012/Honda sempre em excelentes condições. Por outro lado, naturalmente triste pelos desfechos menos conseguidos em Portimão e Vila Real, onde ficou evidente que poderíamos ter obtido outros resultados. Temos sido constantemente a equipa mais forte em condições de corrida; no entanto, os dois abandonos registados colocam-nos com um atraso de 29 pontos para os líderes, quando existem 104 pontos em jogo (podem ser mais se a sexta prova do calendário for confirmada), o que nos deixa com uma margem de erro muito reduzida. Porém, o desporto automóvel é fértil nestas situações e como diz o povo ‘não há mal que sempre dure, nem bem que nunca acabe’, pelo que, no que depender da equipa, estou confiante que ainda temos uma palavra a dizer na luta pelo campeonato deste ano”, comentou César Campaniço.

Campeonato Nacional de Velocidade 2015

1ºs Pedro Salvador/Rafael Lobato, 139 pts
2ºs Francisco Abreu/Armando Parente, 110
2ºs José Faria/Miguel Cristóvão, 105

Próximas provas do Campeonato Nacional de Velocidade 2015

* 5 – 6 Set: Racing Weekend – Portimão
* 7 – 8 Nov: V de V – Estoril