Taipei 2017: Portugal defronta Japão nos 4ºs de final das Universíadas

Taipei 2017: Portugal defronta Japão nos 4ºs de final das Universíadas

A Selecção Nacional Universitária de Masculinos, 2ª classificada da Poule B, vai defrontar o Japão, vencedor da Poule A, nos quartos-de-final da 29ª edição das Universíadas de Verão, agendados para depois de amanhã (27 de Agosto).

52

Selecção Portuguesa de Voleibol - Universíadas 2017A Selecção Nacional Universitária de Masculinos, 2ª classificada da Poule B, vai defrontar o Japão, vencedor da Poule A, nos quartos-de-final da 29ª edição das Universíadas de Verão (Taipei 2017 Summer Universiade), agendados para depois de amanhã (27 de Agosto).

Hoje, o Japão surpreendeu tudo e todos ao vencer, por 3-1 (25-17, 21-25, 25-19 e 25-21), o seis da França, até então o comandante do grupo, e assumir, na última jornada, a liderança da Poule A. Mais: o Brasil venceu (3-0) os Estados Unidos e garantiu o 2º lugar na Poule A, relegando os gauleses para a luta pelo 9º lugar, com o México.

O Portugal x Japão está agendado para as 13h00 (20h00 locais) de Domingo e poderá ser seguido através de live streaming em https://livestream.com/FISU/events/7635227

Antevisão do Seleccionador Nacional, Hugo Silva

“O Japão venceu, com relativa facilidade, a França, num jogo em que os franceses tinham muito a perder, pois acabaram por ser ultrapassados na classificação pelo Japão e pelo Brasil, sendo afastados dos quartos-de-final. É a típica equipa asiática, apresentando um jogo muito rápido com imensas mexidas, estilo de jogo com que surpreende os seus adversários. Quem fica em primeiro num grupo com o Brasil, a França e a China tem de ter muito valor.

Não sendo uma equipa alta, o bloco pode ser o seu ponto mais fraco, mas, para isso, irá ser necessário conseguirmos parar o forte serviço, que tem com uma boa qualidade no primeiro toque. Depois, o nosso jogo pelo meio pode ditar a diferença, pois os seus centrais também são de baixa estatura.

Confesso que preferia o estilo de jogo de um Brasil ou até de uma França, porque a qualidade colectiva do Japão é brutal, assim como a sua capacidade de improvisação de jogadas ofensivas, já para não falar da mestria da defesa. Como é óbvio, será um jogo de dificuldade máxima e que requer um Portugal no seu máximo de concentração e inspiração, mas continuamos a acreditar que tudo é possível a partir daqui”.

Quartos-de-final (horas locais *)

* 13h00 – Irão x República Checa
* 15h00 – Brasil x Ucrânia
* 18h00 – Argentina x Rússia
* 20h00 – Portugal x Japão

(* +7 do que em Portugal Continental)