Taça Placard: Estoril vence Académica e volta a apurar-se para as Meias-Finais...

Taça Placard: Estoril vence Académica e volta a apurar-se para as Meias-Finais 73 anos depois da “estreia”

O avançado brasileiro Kléber, que marcou o seu primeiro golo nesta época, foi o grande "herói" da partida ao marcar o golo que "selou" a vitória

45

O Estoril venceu a Académica, por 2-1, em jogo a contar para os Quartos-de-Final da Taça Placard, disputado esta 3ª Feira no Estádio António Coimbra da Mota, na Amoreira.

Depois de eliminar Belenenses e Feirense, ambos da Liga NOS, a equipa coimbrã queria continuar a protagonizar grandes surpresas nesta edição da 2ª maior prova do futebol português, e por isso entrou em campo de forma autoritária e “virada” para a baliza estorilista.

Já o Estoril entrou um pouco expectante, talvez admirado pelo “atrevimento” da Académica, mas aos 20 minutos já dominava os acontecimentos, materializando este ascendente aos 31 minutos, com um golo de Alisson.

Até ao intervalo, a Académica teve uma soberana ocasião para empatar (grande penalidade assinalada pelo árbitro por uma alegada falta de Ailton Silva sobre Marinho, que quanto a nós não existiu), mas Kaká desperdiça-a, permitindo a defesa do guardião Luís Ribeiro.

No início da segunda metade, a equipa visitante voltou a entrar muito forte e determinada, acabando por marcar aos 58 minutos, por intermédio do avançado João Traquina.

A partir dos 60 minutos, o equilíbrio voltou a ser a nota dominante, e quando já toda a gente esperava pelo prolongamento (ou seja, aos 85 minutos), o avançado brasileiro Kléber (que tinha entrado 10 minutos antes para o lugar de Bazelyuk) “selou” o resultado final.

Acabou por ser uma aposta feliz de Pedro Gomez Carmona a resolver o jogo e a dar ao técnico espanhol a sua primeira vitória à frente dos estorilistas, que repetem o feito de alcançar as Meias-Finais, 73 anos depois da primeira presença.

Já a Académica merece uma palavra de apreço pela excelente campanha que está a fazer, pois “caiu de pé” frente a um adversário com um orçamento muito maior, e está na 3ª posição da Ledman Liga Pro, a 13 pontos da zona de acesso à Liga principal.