Taça de Boulder 2017: Rocódromo Vertigo, em Lisboa, dias 9 e 10...

Taça de Boulder 2017: Rocódromo Vertigo, em Lisboa, dias 9 e 10 de Setembro

Espectáculo, explosividade e alta intensidade. Estas são as palavras recorrentes no discurso dos melhores escaladores nacionais quando antecipam a Taça de Portugal de Boulder.

32

BoulderEspectáculo, explosividade e alta intensidade. Estas são as palavras recorrentes no discurso dos melhores escaladores nacionais quando antecipam a Taça de Portugal de Boulder que terá lugar no Rocódromo Vertigo, em Lisboa, nos dias 9 e 10 de Setembro. Uma organização da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal (FCMP).

A ‘explosividade e alta intensidade’ estão associadas à variante de Boulder, que João Pena, ex-campeão nacional e um dos candidatos à vitória na competição, descreve assim:

“Costumo dizer que o Boulder são os 100 metros da escalada enquanto a desportiva [dificuldade] é a maratona. O Boulder é um ‘sprint’ em que em dois ou três metros damos tudo. O percurso pede movimentos de força explosiva com técnica”.

Características potenciadas pelas paredes utilizadas no Boulder, de até 4 metros, em que as quedas são amortecidas por colchões especiais, sem recurso a cordas de segurança.

Na Taça de Portugal de Boulder a espectacularidade é ainda maior, com a utilização de até 16 percursos em simultâneo, na fase de qualificação, que depois passam a quatro na fase final. Ingredientes que, combinados, garantem um espectáculo desportivo ímpar e… muita diversão, diz João Pena.

“A escalada teve um ‘boom’ gigante em todo o Mundo, especialmente o Boulder, que é mais cómodo e, porque é mais seguro, também é mais ‘democrático’. E muito divertido”.

Para a Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal (FCMP) esta Taça tem grande importância, conforme explica o seu presidente João Queiroz.

“A Taça de Portugal de Boulder marca mais um passo fundamental na renovação da Escalada em Portugal. É um esforço que esta Direcção, desde que tomou posse, tem vindo a fazer na reabilitação de uma modalidade que esteve um pouco esquecida no passado e que agora, com este calendário nacional renovado, tem tido uma adesão extraordinária e, acreditamos, também com a inclusão no programa olímpico, um futuro brilhante”.

Carlos Vieira, Director-Geral da FCMP reforça esta perspectiva.

“Depois do sucesso do Campeonato Nacional de Dificuldade, esperamos que a Taça de Portugal de Boulder cimente este Calendário Nacional de Escalada como o melhor de sempre. Temos organização profissional, comunicação, equipamentos de grande qualidade, prémios monetários e, como sempre, grandes atletas que, esperamos, levem a escalada aos Jogos Olímpicos. Se não for em Tóquio, pelo menos, que se construam aqui as fundações de uma escalada nacional mais forte e que nos traga muitas alegrias”.

Calendário de Escalada (Séniores masculinos e femininos – a partir dos 20 anos)

* Campeonato Nacional de Dificuldade: Complexo Desportivo Jamor, 15 de Julho
* Taça de Portugal de Boulder: – 1ª prova, Lisboa, 9 de Setembro | 2ª prova, Lisboa, 14 de Outubro
* Campeonato Nacional de Boulder: Lisboa, 21 de Outubro
* Taça de Portugal de Dificuldade: Carcavelos, 18 de Novembro

Calendário de Escalada Juvenil

* Campeonato Nacional de Dificuldade: Complexo Desportivo do Jamor, 16 de Julho
* Taça de Portugal de Boulder: 1ª prova, Lisboa, 10 de Setembro | 2ª prova, Lisboa, 15 de Uutubro
* Campeonato Nacional de Boulder: Lisboa, 22 de Outubro
* Taça de Portugal de Dificuldade: Carcavelos, 19 de Novembro

Escalões etários
* Benjamins- 6-7 anos
* Benjamins B – 8-9
* Infantis – 10-11
* Infantis B – 12-13
* Iniciados – 14-15
* Juvenis – 16-17
* Júniores – 18-19