Taça das Nações 2017: Tempestade não perturbou Pedro Lopes na 2ª etapa...

Taça das Nações 2017: Tempestade não perturbou Pedro Lopes na 2ª etapa do Troféu Gersheim

O melhor representante português do dia foi Pedro José Lopes, que terminou a 2ª etapa da prova pontuável para a Taça de Nações Júnior na 36ª posição, tendo Pedro Teixeira lhe sucedido na tabela, com o 41º lugar, ambos com o mesmo tempo do vencedor

49

Nova jornada de alta velocidade, com múltiplas quedas, no Troféu Gersheim, na Alemanha. Pedro José Lopes e Pedro Teixeira salvaram-se da tempestade para terminarem com os primeiros. A segunda etapa do Troféu Gersheim, na Alemanha, foi vencida pelo dinamarquês Johann Langballe, ao impor-se no sprint colectivo na conclusão de 99 quilómetros disputados num duplo circuito no qual as repetidas subidas causaram mossa no pelotão.

O melhor representante nacional do dia foi Pedro José Lopes que terminou a segunda etapa da prova pontuável para a Taça de Nações Júnior na 36ª posição, tendo Pedro Teixeira lhe sucedido na tabela, com o 41º lugar, ambos com o mesmo tempo do vencedor. Com a presença de Pedro José Lopes no pelotão dianteiro, a classificação do comandando do seleccionador nacional José Poeira melhorou quatro posições, fixando-o no sexto lugar da geral individual, a 21 segundos do novo líder, o alemão Niklas Märkl. Na classificação colectiva, a Equipa Portugal ocupa a 16ª posição.

“A etapa era composta por um circuito final com quatro passagens numa subida exigente que causou algumas dificuldades a todo o pelotão, a que se sucedeu uma série de quedas que prejudicou, entre vários corredores, o Pedro Miguel Lopes, que em condições normais terminaria entre os primeiros, o que nos ajudaria a melhorar a classificação colectiva.

A corrida andou sempre a uma velocidade elevada, mesmo aquando das fortes chuvas, que tornaram as quedas frequentes. O Pedro José Lopes terminou bem e beneficiou do atraso de vários adversários para subir na geral e consolidar um lugar entre os dez primeiros. Espera-nos amanhã uma jornada dupla. Será natural que as diferenças entre os primeiros se acentuem, antes de uma nova jornada muito exigente no último dia”, avaliou o seleccionador nacional José Poeira.

Na classificação do dia, após a dupla presença no primeiro pelotão, os restantes portugueses acumularam atraso. João Dinis (66º), Hugo Garcez (71º), João Carneiro (76º) e Pedro Miguel Lopes (91º) concluíram a etapa no segundo pelotão, todos a 8m30s do vencedor. Na classificação geral individual, depois de Pedro José Lopes, seguem-se Pedro Miguel Lopes (60º, 8m48s), Pedro Carneiro (65º, a 9m03s), Pedro Teixeira (79º, a 16m05s), Joãoo Dinis (82º, a 17m06s) e Hugo Garcez (83º, a 17m06s).

Este Sábado cumpre-se uma jornada dupla de competição. A primeira meia-etapa apresenta 79 quilómetros e disputa-se em redor de Homburg em formato de circuito. Ao final da tarde, a segunda meia-etapa cumpre-se na forma de um contra-relógio individual de 11,5 quilómetros, com início e final em Fahrer.