Taça CTT: Sp. Braga marca ao “cair do pano” e apura-se para...

Taça CTT: Sp. Braga marca ao “cair do pano” e apura-se para a Final 4

Emiliano Velazquez aproveitou um pontapé de canto e o facto de estar na baliza o central Maurício, e marcou o único golo do jogo já em tempo de compensação

24

O Sp. Braga venceu o Marítimo, por 1-0, em jogo a contar para a 3ª e última jornada do Grupo C, disputado esta 4ª Feira no Estádio do CS Marítimo, no Funchal (Ilha da Madeira).

Tal como se previa, este grupo foi o mais equilibrado dos 4 que compunham esta fase, pois à partida para a derradeira ronda só o Sp. Covilhã estava irremediavelmente afastado da Final 4.

Já o Marítimo, partia na “pole-position”, mas não poderia perder, pois uma derrota frente ao Sp. Braga deitava por terra todo o sonho depositado nesta competição desde o primeiro minuto.

Os minutos iniciais foram muito equilibrados mas corriam de feição para o Marítimo; no entanto, assim que o Rio Ave inaugurou o marcador no outro jogo da jornada, as coisas mudaram de figura, já que o empate não servia a nenhuma das equipas.

Os insulares tentaram então impor um ritmo ainda mais forte, mas o Sp. Braga manteve os caminhos para a sua baliza completamente tapados e conseguiu chegar ao intervalo com o empate no “bolso”.

A segunda metade voltou a ser muito equilibrada com oportunidades de golo para as duas formações até ao minuto 86, altura em que Gottardi se deita no relvado e pede a ajuda da equipa médica.

Depois de uma rápida observação, o corpo clínico entende que o guarda-redes tem de ser substituído, mas o técnico Daniel Ramos já tinha esgotado as 3 substituições regulamentares.

Foi necessário escolher um jogador de campo para ir fazer o papel de guardião, e a escolha recaiu no central brasileiro Maurício Antônio, que ainda fez uma defesa espectacular, mas nada pôde fazer quando Emiliano Velazquez aproveitou um pontapé de canto e cabeceou de rompante para o fundo das redes contrárias.

Com este golo, marcado em período de compensação, o Sp. Braga somou mais uma vitória, chegou aos 6 pontos no Grupo C e apurou-se para a Final 4, pois apesar de ter o mesmos pontos do Rio Ave tem uma diferença de golos mais favorável (+4 dos bracarenses contra +3 dos vilacondenses).

Na Final 4, o Sp. Braga vai defrontar o V. Setúbal (vencedor do Grupo A) nas Meias-Finais, e em caso de vitória passa para a Final, onde encontrará o vencedor do encontro entre o Benfica e o Moreirense.