Sports & You: Céu e inferno na mesma corrida de GT em...

Sports & You: Céu e inferno na mesma corrida de GT em Monza

20

Se é possível imaginar céu e inferno numa corrida de automóveis, então certamente que a prova de Monza, a segunda do Campeonato de Itália de GT poderá entrar nos anais, com Francisco Mora e Aiden Wright a serem protagonistas do melhor e do pior que uma corrida pode dar.

Francisco Mora - Campeonato Italiano de GT 2015 - MonzaNo Sábado o australiano fez a partida, arrancando da 21ª posição. Pode não parecer brilhante, mas Monza é um circuito em que o conhecimento é fundamental para fazer tempos e Wright ressentiu-se disso. Doze voltas era tudo o que o piloto da Sports & You tinha feito e o tempo da qualificação foi justamente conseguido na 12ª volta.

Partiu muito bem, sempre tentando evitar as confusões que pudessem acontecer no meio do pelotão e rapidamente entrou nos tempo de prova. A corrida foi feita de trás para a frente, chegou ao 15º lugar, altura em que rumou à box para passar os comandos do Mercedes a Francisco Mora. Até aí: céu.

Francisco Mora tomou o controlo do carro, mas apenas conseguiu dar mais duas voltas.

senti o motor falhar, aparentemente por falta de gasolina e imediatamente começou a aquecer. Segui para a box, antes que pudesse acontecer algo mais grave, que comprometesse a nossa participação na segunda corrida”.

Começava o inferno de Sábado. Domingo, após ter sido solucionado o problema na bomba de gasolina, foi a vez de Mora arrancar.

Parti da 17ª posição e acho que rapidamente encontrei o meu ritmo. Estava a fazer tempos idênticos aos da frente e o meu objectivo era andar o mais rápido possível, ganhar tempo, mas sempre a pensar em poupar o carro para não comprometer um bom resultado que era possível”.

O piloto nortenho entrou no grupo dos 12 da frente, mantendo um ritmo rápido, eficiente e seguro. Cumpriu a primeira meia hora de prova e seguiu para a box, para passar o Mercedes SLS AMG da Sports & You ao australiano.

O problema é que o carro já não saiu da box. O sistema electrónico entrou em modo de segurança, por razões ainda desconhecidas, e assim começava um novo inferno. A perspectiva de um bom resultado caía por terra.