Rio’2016: Sara Carmo preocupada com a poluição da Baía de Guanabara

Rio’2016: Sara Carmo preocupada com a poluição da Baía de Guanabara

Sara Carmo refere ainda que "na Baía de Guanabara até há frigoríficos a boiar. o que pode prejudicar a prova e a saúde dos atletas"

164

A velejadora portuguesa Sara Carmo mostrou, esta 5ª Feira, grande preocupação com a poluição na Baía de Guanabara, local onde se vão disputar as provas olímpicas de Vela dos Jogos Olímpicos Rio’2016.

Em declarações ao jornal Record, a atleta lusa referiu que “a Baía está muito poluída e os atletas que têm estado lá a treinar já encontraram frigoríficos a boiar, o que pode ser prejudicial para nós; se estivermos a competir e de repente um frigorífico bater no nosso barco é muito mau, podemos perder velocidade e até podemos ficar com uma avaria grave”.

Para além de poder prejudicar a competição, Sara Carmo mostrou preocupação com a saúde dos atletas: “Estamos em contacto com a água, durante toda a prova; além disso, a água salpica-nos a cara, podemos cair dentro de água, e engolir água poluída não é nada agradável; podemos vir do Brasil com infecções e doenças, situação que nos preocupa bastante”.

Depois de ter sido 28ª classificada nos Jogos Olímpicos Londres’2012, a velejadora portuguesa quer agora melhorar a sua prestação, e espera pela “ajuda” dos frigoríficos.

“Vai ser a minha segunda participação num evento olímpico e o meu grande objectivo é melhorar a posição obtida em Londres; tenho de dar o máximo e esperar que os frigoríficos batam nos barcos das outras concorrentes [risos]”.

Sara Carmo terminou as suas declarações, dizendo que “o campo de regatas é interessante, vai ser muito desafiante” até porque “se o vento foi inconstante vamos ter grandes problemas, pois as correntes na Baía de Guanabara são importantes”.

As competições olímpicas de Vela começam no dia 8 de Agosto, a partir das 17h00 (hora de Portugal Continental), e terminam no dia 18 do mesmo mês, com a realização das Regatas das Medalhas.