Santino Ferrucci completa 2º dia de treinos em Hungaroring com a Haas...

Santino Ferrucci completa 2º dia de treinos em Hungaroring com a Haas F1 Team

O piloto de desenvolvimento da Haas F1 Team, Santino Ferrucci, completou o seu segundo e derradeiro dia de testes de Fórmula 1 em Hungaroring, um circuito de 4,381 quilómetros e catorze curvas, em Budapeste (Hungria)

39

VF-17 da Haas F1 TeamO piloto de desenvolvimento da Haas F1 Team, Santino Ferrucci, completou o seu segundo e derradeiro dia de testes de Fórmula 1 em Hungaroring, um circuito de 4,381 quilómetros e catorze curvas, em Budapeste (Hungria).

A melhor volta de Ferrucci aos comandos do VF-17 foi de 1m20,994s, conseguida com pneus Pirelli P Zero Vermelho/Supermacios. Foi o décimo segundo crono entre treze pilotos e foi o melhor registo de Ferrucci durante os dois dias de testes, depois de na Terça-feira ter rodado apenas com pneus macios, o que o deixou com a marca de 1m21,185s.

O programa matinal de cinquenta e sete voltas da Haas F1 Team consistiu em realizar trabalho de afinação, rodando exclusivamente com o composto macio, após uma volta de instalação com pneus médios. Três novos jogos de pneus macios foram usados ao longo das oito séries de voltas realizadas por Ferrucci, tendo a sua melhor volta – 1m21,235s, na sua vigésima primeira passagem pela linha de meta – da manhã surgido no seu primeiro ‘stint’ com borrachas frescas.

A sessão da tarde permitiu a Ferrucci experimentar os pneus supermacios mais aderentes e, consequentemente, mais rápidos, tendo três jogos ao seu dispor. Com borrachas frescas no seu carro para uma série de sete voltas e outra de cinco, Ferrucci baixou o seu tempo da manhã, assegurando a sua melhor marca do dia, 1m20,994s. Concluiu o programa da equipa ao reciclar dois jogos de supermacios, seguindo-se dois jogos de macios.

Ferrucci completou cento e dezasseis voltas na Quarta-feira, totalizando duzentas e dezoito ao longo dos dois dias, 955,058 quilómetros.

O mais rápido no último dia de testes foi Sebastian Vettel, da Scuderia Ferrari, com a marca de 1m17,124s. O piloto da Williams, Luca Ghiotto, foi quem mais voltas completou – 161.

O teste de Hungaroring foi o segundo e último realizado durante a temporada de Fórmula 1. O regulamento de Fórmula 1 dita que dois dias dos testes realizados durante a temporada têm que ser alocados a jovens pilotos, estando nestas condições todos os pilotos que tenham competido no máximo em dois Grandes Prémios. Os pilotos titulares da Haas F1 Team, Romain Grosjean e Kevin Magnussen participaram no teste de 18 e 19 de Abril, que teve lugar no Bahrain International Circuit, em Sakhir, o que os impediu de participar no teste desta semana.

“A manhã correu bem. Foi bom acordar e regressar ao carro. Tivemos algumas boas séries de voltas durante a manhã com pneus macios, o carro estava equilibrado. Da parte da tarde, mudámos para supermacios. Estivemos a fazer desenvolvimento para futuros fins-de-semana. Progredimos bastante, especialmente com o carro e a forma como os pneus começam a perder eficácia. Estou muito satisfeito com a equipa e penso que fizemos um bom trabalho”, comentou Santino Ferrucci.