Red Bull Cliff Diving: Gary Hunt renova o título sem pódio em...

Red Bull Cliff Diving: Gary Hunt renova o título sem pódio em Mostar

94

Mais de 12 mil espectadores assistiram no último fim-de-semana à estreia do Red Bull Cliff Diving World Series na Bósnia-Herzgovina, com a acção a decorrer a partir da mítica ponte de Mostar, a 28 metros de altura. O mexicano Jonathan Paredes surpreendeu com uma vitória categórica, sendo acompanhado no pódio pelo seu compatriota e wildcard Sérgio Guzman. Sem brilhantismo, o britânico Gary Hunt não foi além do quinto lugar, mas conseguiu os pontos suficientes para levar o título a duas etapas do fim da época.

Depois de há cerca de um mês ter conquistado no Red Bull Cliff Diving World Series Açores a quinta vitória consecutiva da época, o britânico Gary Hunt apresentou-se na estreia do circuito na Bósnia Herzegovina como o principal favorito. Um estatuto que acabou por não se confirmar devido à surpreendente prestação de dois atletas mexicanos…

Mesmo sem o desejado ouro – não foi além do quinto lugar – os pontos amealhados em Mostar permitiram-lhe a celebração antecipada do título de 2015, concretizando assim o tão ambicionado pentacampeonato, quando ainda faltam cumprir duas etapas do circuito.

No entanto, o esperado título de Gary Hunt acabou por passar para segundo plano face à prestação de dois atletas mexicanos. Jonathan Paredes já tinha sido segundo classificado nos Açores, mas faltava-lhe ainda alcançar o mais alto lugar do pódio. Ao consegui-lo em Mostar, Paredes entrou para a restrita galeria de vencedores – até agora apenas oito atletas inscreveram aqui o seu nome desde a criação do circuito em 2009.

O dia começou muito mal para mim, pois não me sentia bem… Depois consegui concentrar-me e dar o meu melhor, estou muito feliz com esta vitória. Disse nos Açores que queria terminar o campeonato no top-3 e é esse o objectivo que vou continuar a perseguir!”.

Paredes é neste momento o terceiro da classificação geral apenas a um ponto do segundo lugar, que é ocupado pelo colombiano Orlando Duque.

Além de Paredes, causou também sensação o segundo lugar conquistado pelo seu compatriota Sérgio Guzman, que foi também o primeiro atleta wildcard a subir ao pódio numa etapa do Red Bull Cliff Diving World Series. O norte-americano David Colturi encerrou o pódio, regressando ao topo depois de prestações modestas na Dinamarca e em Portugal.

A próxima etapa do campeonato viaja até Polignano a Maré, em Itália (13 de Setembro), onde será decidido o título feminino.

Próximas provas

* 13 Setembro: Polignano a Mare (Itália) – Competição Feminina e Masculina
* 26 Setembro: Bilbao (Espanha)

Classificação Geral Masculina (após 6 etapas)

1º Gary Hunt (UK), 1090 pts
2º Orlando Duque (COL), 650
3º Jonathan Paredes (MEX), 649
4º Blake Aldridge (UK), 620
5º David Culturi (EUA), 560
6º Andy Jones (EUA), 440
7º Artem Silchenko (RUS), 350
8º Michal Navratil (CZ), 290
9º Sérgio Guzman (MEX), 290
10º Steven LoBue (EUA), 217