Rampa Senhora da Graça 2017: Uma prova difícil para Gonçalo Manahu

Rampa Senhora da Graça 2017: Uma prova difícil para Gonçalo Manahu

O piloto do Porsche 997 GT3, Gonçalo Manahu, está na luta pelo título, mas tem consciência de que parte para a Rampa Senhora da Graça com 'handicap'. Apesar de tudo, em 2016 a situação era idêntica e Gonçalo Manahu venceu.

28

Gonçalo Manahu - Rampa Senhora da Graça 2016Gonçalo Manahu prepara-se para subir a Senhora da Graça, sétima prova do Campeonato Nacional de Montanha (CNM).

O piloto do Porsche 997 GT3 está na luta pelo título, mas tem consciência de que parte com ‘handicap’ para a próxima prova.

“O Porsche é um carro que me dá imenso prazer conduzir e que já deu muitas alegrias. Recordo, por exemplo, Vila Real, há dois meses, em que ganhei. No entanto, tenho consciência de que na Senhora da Graça, com as saídas dos ganchos seguidas de zonas rápidas em que a potência faz diferença, parto com cavalos a menos para poder discutir de igual para igual”.

Apesar de tudo, em 2016 a situação era idêntica e Gonçalo Manahu venceu.

“É verdade que sim, e foi justamente nesta prova que acreditei que era possível ser campeão e fui. Por isso, apesar de ter consciência que é uma prova difícil, também tenho consciência que não é impossível; por isso, vou partir com o empenho e a descontracção de sempre”.

A rampa da Senhora da Graça é a penúltima prova do Campeonato de Montanha e por isso os resultados revestem-se de primordial importância, numa ponta final de época, em que qualquer ponto pode ser precioso.