Rampa Senhora da Graça 2016: Resumo do 1º dia, por categorias

Rampa Senhora da Graça 2016: Resumo do 1º dia, por categorias

Pedro Salvador (Norma M20FC) foi o mais rápido nesta 1ª subida de prova, registando 2:09s902, para liderar a classificação absoluta e a Categoria 1.

317

O primeiro dia da Rampa Senhora da Graça 2016 terminou com a realização da primeira subida oficial, numa prova que está para já a ser marcada por um calor intenso. Organizada pelo CAMI Motorsport, com o apoio da autarquia de Mondim de Basto, o regresso desta histórica rampa ao calendário do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline está a correr da melhor forma, antevendo-se muita emoção para Domingo.

Pedro Salvador, em Norma M20FC, foi o mais rápido nesta primeira subida de prova, registando a marca de 2:09s902 para liderar a classificação absoluta e a Categoria 1. Rui Ramalho, em Osella PA21S Evo, está na segunda posição com mais 2,522s que Salvador, o que deixa em aberto uma interessante luta para as duas subidas de Domingo.

Paulo Ramalho partiu o motor do seu Juno CN09 na segunda subida de treinos, ficando impedido de participar nesta subida a contar, facto aproveitado por Nuno Guimarães, para levar o BRC CM02 ao terceiro posto. Com a excelente marca de 2:23s407, José Correia em Nissan GT-R GT3 é o líder da Categoria 2, conseguindo o terceiro tempo absoluto. Com mais 2,5s, Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup é o segundo classificado, na frente de Edgar Reis em carro idêntico.

A Categoria 4 está ao rubro, com Luís Nunes em SEAT Leon Cup Racer a registar o melhor tempo, 2:28s521, menos 166 milésimas que Joaquim Teixeira e o Renault Megane Trophy V8. No terceiro lugar está Ricardo Gomes em SEAT Leon Supercopa MKII. Azar para Francisco Marrão, impedido de fazer esta subida devido a problemas de caixa de velocidades do seu SEAT Leon Copa MKI.

Na Categoria 3, Luís Silva, em BMW M3, aproveita da melhor forma a ausência do líder do campeonato, Manuel Correia, para liderar. Com a marca de 2:34s387, Silva bateu José Gomes em Ford Escort por menos de meio segundo, adivinhando-se uma grande luta para Domingo. O pódio desta categoria fica para já completo com a presença de Sérgio Nogueira em Citroen Saxo. Manuel Pereira não teve a sorte pelo seu lado, ficando arredado de disputar a primeira subida de prova, devido a problemas com o Mitsubishi Lancer Evo VI.

Como tem sido hábito desde o início do ano, Hélder Silva e o BMW 323i controlam os acontecimentos na Categoria 6, registando nesta primeira subida a contar o tempo de 2:38s650, batendo Victor Ramos em Ford Escort MKI e Martine Pereira em Lola T70.

Confirmando as boas indicações deixadas nas subidas de treinos, José Silvino Pires foi o mais rápido na Categoria 5, com o piloto do Ford Escort MKI a registar a marca de 2:40s008. Na segunda posição ficou Carlos Oliveira, em Porsche 911 SC, seguido por José Cerqueira em BMW E30. Mário Mesquita não partiu para esta subida, devido a problemas com o seu Datsun 1600 SSS.

Na Taça Nacional de Montanha, o líder é Armando Freitas, em Toyota Starlet 1.3, depois de registar o tempo de 3:08s753. Leonel Brás em Citroen AX Sport e Roberto Meira em Fiat Punto 85, completam para já o pódio.

Amanhã disputam-se as duas últimas e decisivas subidas de prova, antecedidas por uma subida de treinos.