Rampa do Caramulo 2017: Caramulo Racing Team soma e segue na Montanha

Rampa do Caramulo 2017: Caramulo Racing Team soma e segue na Montanha

A competir em casa, os pilotos do Caramulo Racing Team lograram alcançar os objectivos a que se tinham proposto para esta prova, e arrecadaram mais um excelente lote de troféus e vitórias no Campeonato Nacional de Montanha (CNM)

54

Caramulo Racing TeamA competir em casa, os pilotos do Caramulo Racing Team lograram alcançar os objectivos a que se tinham proposto para esta prova, e arrecadaram mais um excelente lote de troféus e vitórias no Campeonato Nacional de Montanha (CNM).

Depois da vitória à geral, na anterior prova realizada neste traçado, já em 2017, o Espírito do Caramulo, Fernando Salgueiro, que está na luta pelo campeonato do troféu Nacional de Clássicos de Montanha, levou o seu Ford Escort MKII ao lugar mais alto desta categoria, com o outro piloto de Caramulo, e colega de equipa, Ricardo Loureiro, também ele em Ford Escort MKII, a precedê-lo no segundo lugar, relegando para último lugar do pódio o líder do campeonato.

“Depois dos problemas sentidos na anterior prova do campeonato, o carro apresentou-se no Caramulo nas melhores condições. Conseguimos a afinação certa para este traçado, e não tivemos percalços durante todo o fim de semana”, afirmou Fernando Salgueiro, que foi o dominador desde a primeira subida de treinos, fazendo no seu melhor tempo 1:36.327, que representa também a sua melhor marca nesta rampa.

“Vencer em casa tem sempre aquele sabor especial”, adiantou ainda o piloto.

Ricardo Loureiro, por seu lado, repete o segundo lugar conquistado em Santa Marta de Penaguião, dando seguimento à excelente evolução que têm vindo a fazer piloto e carro neste campeonato.

“O carro esteve perfeito nos dois dias de prova, e senti isso logo na primeira subida de treinos. Se a isto juntarmos o facto de ter amigos e família a dar-nos apoio, a confiança fica reforçada e os resultados aparecem”.

O terceiro elemento da equipa, Carlos Luís, com o seu Seat Leon TDi, consegue no final um fantástico resultado, e alcança todos os objectivos a que se tinha proposto para esta prova, mesmo que tenha tido um grande susto na segunda subida de treinos no Sábado, com a caixa de velocidades a complicar.

“Como já tinha referido, fizemos algumas melhorias no carro, e tudo indicava que faríamos uma boa prova. A primeira subida de treinos acabou por reforçar essa confiança; no entanto, e sem que nada o fizesse prever, já na parte final da segunda subida de treinos fiquei sem caixa de velocidades”.

Num excelente trabalho da sua equipa de assistência, o Seat Leon apresentou-se à partida das subidas de Domingo, onde já não tinha margem para erro, e conquistou no final os primeiros lugares no Grupo A1, na Classe 8 e nas viaturas diesel, e o fabuloso segundo lugar na Categoria 3, a que juntou o seu novo recorde na rampa com 1:34.364, que era também um dos seus objectivos.

Nuno Pinto, Presidente do Caramulo Racing Team, fez questão de referir que “estes resultados são consequência exclusiva do trabalho e esforço de cada um dos pilotos” e “a associação está e estará sempre presente dando o apoio que lhe for possível”.

“O facto de correr em casa é sempre uma motivação adicional, e se no final associarmos a isto os resultados alcançados neste fim-de-semana, só podemos estar satisfeitos, muito orgulhosos e com vontade de continuar a fazer mais e melhor”, acrescentou Nuno Pinto.

O Campeonato Nacional de Montanha (CNM) Valvoline prossegue dentro de duas semanas, com a realização da Rampa Porca de Murça, onde o Caramulo Racing Team se fará representar por Ricardo Loureiro e Fernando Salgueiro, dando seguimento à sua luta pela conquista do campeonato.