Rampa de Boticas 2017: Só faltam dois pontos para Gonçalo Manahu vencer...

Rampa de Boticas 2017: Só faltam dois pontos para Gonçalo Manahu vencer a Cat 2 do CNM

As pontuações máximas estão equitativamente distribuídas pelos dois primeiros classificados, mas há que ter em conta que há uma pontuação a excluir e, nesse campo, Gonçalo deita fora 13 pontos, enquanto o seu mais directo adversário deita 17.

34

Gonçalo Manahu - Rampa Senhora da Graça 2017São dois os pontos que separam o piloto do Porsche 997 GT3 do seu mais directo adversário na luta pelo título do Campeonato Nacional de Montanha (CNM), Categoria 2.

As pontuações máximas estão equitativamente distribuídas pelos dois primeiros classificados, mas há que ter em conta que há uma pontuação a excluir e, nesse campo, Gonçalo deita fora 13 pontos, enquanto o seu mais directo adversário deita 17. Ou seja, se o campeonato terminasse agora, Gonçalo Manahu era campeão.

“Olhando para o panorama do campeonato e como ainda nos falta uma prova, o meu objectivo é ganhar a rampa de Boticas e dessa forma arrumar o título a meu favor”.

Mas esta, atendendo aos meios de cada um, não será uma tarefa fácil.

“Tenho consciência de que à partida tenho bastantes menos cavalos debaixo do pé e isso é um ‘handicap’ para mim, como facilmente se entende. No entanto, já no passado tinha esta mesma diferença e mesmo assim, apesar de ser o meu primeiro ano e partir com total desconhecimento das provas, fui campeão. Por isso, acho que parto para a última prova com todas as hipóteses de vencer a prova e o campeonato… vou fazer por isso!”, afirma Gonçalo Manahu.

Em Boticas, rampa em que apesar do traçado não ser o ideal para o Porsche, mas de que Gonçalo Manahu gosta particularmente, vai-se decidir toda a época.