Rampa de Boticas 2017: Resumo de Sábado, por Categoria

Rampa de Boticas 2017: Resumo de Sábado, por Categoria

O primeiro dia de competição na Rampa de Boticas terminou com Pedro Salvador no comando da geral absoluta e da Categoria 1. O piloto do Silver Car EF10 está obrigado a vencer a prova e esperar que o seu principal adversário, Rui Ramalho, termine em 3º ou pior, para revalidar o título.

36

Campeonato Nacional de MontanhaO primeiro dia de competição na Rampa de Boticas, derradeira jornada do Campeonato Nacional de Montanha (CNM) Valvoline em 2017, terminou com Pedro Salvador no comando da geral absoluta e da Categoria 1.

O piloto do Silver Car EF10 está obrigado a vencer a prova e esperar que o seu principal adversário, Rui Ramalho em Osella PA21S Evo, termine em terceiro ou pior, para revalidar o título conquistado em 2016.

Salvador obteve a marca de 2:12s443, novo recorde do traçado transmontano inaugurado na época passada, batendo para já Rui Ramalho, que registou a segunda melhor marca. Azarado esteve Hélder Silva que não terminou a subida depois de bater com o seu Juno CN09. Azar também para João Fonseca, impedido de subir devido a problemas com o BRC CM05 Evo.

Grande luta na Categoria 2 e nos GT, com José Correia a ser o mais rápido com o seu Nissan GT-R GT3, batendo Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup por pouco mais de dois segundos. Esta é a luta pelo título, que para já parece pender para o lado de Correia. Silvino Pires, que estreia nesta prova um competitivo Porsche GT3R, registou a terceira melhor marca.

Excelente a prestação de Joaquim Teixeira, que colocou o seu Renault Megane Trophy na liderança do Campeonato reservado aos turismos. O piloto de Murça realizou igualmente a melhor marca na Categoria 5, onde Simon Martinez em SEAT Leon MKI foi segundo, seguido por José Cardoso e Jorge Meira, ambos em Citroen Saxo Cup.

Com a segunda posição nos turismos, Manuel Correia e o Ford Fiesta R5 não deram veleidades na Categoria 4, onde Luís Silva em BMW M3 e Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa, ocupam as posições seguintes. Ainda nesta categoria, Carlos Silva em Peugeot 106, Nuno Pinto em Mazda MX5, lutam pelas posições seguintes.

Na Categoria 3, o líder destacado é Pedro Saraiva em Mitsubishi Lancer Evo IX, com João Guimarães a levar o seu Peugeot 206 RC ao segundo lugar, na frente dos Citroen Saxo Cup dos irmãos, Sérgio e Paulo Nogueira. Acidentado na primeira subida de treinos, José Oliveira não fez esta subida de prova com o seu Subaru Impreza.

Leonel Brás e o seu Citroen AX Sport dominam na Taça Nacional de Montanha 1300, na frente de Francisco Leite em Fiat Punto.
No Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, Luís Delgado faz para já valer a superior potência do seu magnífico Ford Sierra RS500 e lidera a tabela, na frente de Flávio Sainhas e Augusto Vasconcelos, ambos em Ford Escort MKI.

Ao volante do seu BMW 323i, Carlos Oliveira é rei e senhor no Troféu Nacional de Clássicos Montanha, dominando na frente de Ricardo Loureiro em Ford Escort MKII e de Rui Gama em VW ‘Carocha’.

Na Taça Nacional de Clássicos Montanha 1300, a referência é para já Aníbal Rolo em Datsun 1200 Coupé, que lidera à vontade, na frente de Pedro Figueiredo em Datsun 1200 e de Domingos Fernandes em Autobianchi A112.

A prova organizada pela Demoporto, com o apoio da Câmara Municipal de Boticas, prossegue amanhã com a realização de uma subida de treinos (Warm Up) e as duas subidas oficiais.

24.9.2017 – Domingo

* 09H30 – Fecho da pista
* 10H00 – Warm Up
* 11H15 – 2ª Subida Oficial
* 12H30 – 3ª Subida Oficial