Rampa da Penha dá início ao CNM 2015 sem Pedro Castanõn

Rampa da Penha dá início ao CNM 2015 sem Pedro Castanõn

25

O Campeonato Nacional de Montanha (CNM) tem a primeira prova já no próximo fim-de-semana, e como a tradição ainda é o que era, o plano inclinado da Penha, volta receber a abertura da época.

Paulo e Rui Ramalho - Rampa da PenhaPedro Castañon, o vencedor do Campeonato Nacional de Montanha 2014, é a principal ausência da lista de inscritos que o Demoporto reuniu para a primeira prova da época de Montanha de 2015. Mesmo assim, são 22 os pilotos que se inscreveram na Rampa da Penha, que reúne um lote em que é notório o salto qualitativo.

Entre as novidades na Categoria 2 destaquem-se os Porsches 997. Edgar Reis, deixa o Renault Clio RS e passa para o volante de um carro de Estugarda, uma novidade absoluta entre nós, e Joaquim Teixeira que troca o Seat Leon por outro 997.

Na Categoria 3 houve uma corrida aos Seat Leon. José Correia e Ricardo Gomes estrearam dois Leon em St. Jean du Gard que agora, depois de revistos e já testados, vêm a Guimarães. Francisco Marrão troca o Ford Escort, por um destes e Luís Nunes regressa e, recorde-se, já na última prova do ano passado deu nas vistas com um carro idêntico e certamente que também ele terá um olho posto no pódio da Categoria, em que a vitória só por azar escapará a Tiago Reis, ao volante do ‘diabólico’ Ford Fiesta RS.

Uma incógnita passa pela participação de José Pedro Gomes, que está inscrito com um Ford… Qual? O habitual Escort MKII não será certamente, pois o advogado portuense aparece inscrito na Categoria 3, o que, tudo indica, poderá significar o ressurgimento do Ford Escort WRC de há uns anos… e se for mesmo assim, é mais um carro a contar para o topo da classificação.

Martine Pereira, que pretende fazer reaparecer o Lola, vem a Guimarães com um Alfa-Romeo GTA, que certamente lhe permitirá lutar pela liderança dos clássicos, que é como quem diz, a Categoria 4.

Para o fim fica uma questão familiar. Rui e Paulo Ramalho são os únicos inscritos na Categoria 1, a dos protótipos, e dessa forma partirão com vantagem para a discussão da geral.

A organização

A Rampa da Penha é mais uma vez organizada pelo Deporto, que recentemente anunciou um conjunto de melhorias em termos de segurança do traçado e dos meios no terreno.

Para a presente edição o clube portuense vai reforçar as protecções na zona rápida, onde no ano passado aconteceram os acidentes protagonizados por Tiago Reis e por Paulo Silva. Além disso, de acordo com o comunicado emitido pelo clube, foram adquiridos novos meios de combate a fogo e realizadas acções de formação aos elementos do clube que vão participar na organização da rampa.

Programa

No Sábado às 14h30 iniciam-se as duas subidas de treinos e a primeira de prova. Ainda no Sábado há mais três subidas do PenhaSprint, assim como os treinos e provas de regularidade. Domingo, a partir das 14h30, regressa o CNM com uma subida de treinos livres e uma de prova.