Rally Dakar 2017: Leandro e Lourival são punidos mas mantêm liderança nos...

Rally Dakar 2017: Leandro e Lourival são punidos mas mantêm liderança nos UTVs

Leandro Torres atirou por cima da grade o seu camelbak vazio, que foi apanhado pelo seu irmão Igor. Como estava numa etapa Maratona confundiu o comissário

33

Numa competição tão disputada quanto o Rally Dakar, todo o cuidado é pouco. Os pilotos brasileiros Leandro Torres e Lourival Roldan, líderes da categoria UTV, que o digam. Na oitava etapa da prova, em Uyuni (Bolívia), receberam uma punição no parque fechado e perderam uma hora da vantagem que tinham acumulado no trajecto.

“Eu joguei o camelbak (mochila na qual os competidores levam água para beber durante o percurso) vazio por cima da grade para o meu irmão Igor, porque eu estava nervoso com um vazamento de óleo na caixa de câmbio do carro. Aí o comissário argentino que estava no local viu-o com a jaqueta da minha equipa. Como era etapa maratona (os competidores não podem receber assistência externa), deu-nos uma hora de penalização”, afirmou Leandro Torres.

Mesmo com a punição, os pilotos brasileiros continuam com vantagem de 1h35min12 para a dupla chinesa Li Dongsheng / Quanquan Guan, que aparece em segundo na classificação.

“Apesar disso, estamos concentrados no Dakar e não vamos perder o foco”, declarou Leandro. Faltam três etapas para a conclusão da prova.

A nona etapa, que seria realizada nesta Quarta-feira (11/1), foi cancelada por causa do mau tempo. Os pilotos fizeram um deslocamento de aproximadamente 1.000 quilómetros, por estradas, até Chilecito (Argentina), de onde partirão hoje para a décima parte do rali. Serão 751 quilómetros até San Juan (Argentina). Destes, 449 quilómetros serão cronometrados (especial).

Outros pilotos brasileiros em competição

Nos carros, a dupla Sylvio de Barros e Rafael Capoani (MINI) está na 16º colocação na classificação geral. Nas motos, Ricardo Martins (Yamaha) é o 58º e Richard Fliter (Honda), o 62º.

Classificação do Rally Dakar 2017 (UTVs, após a 8ª etapa)

1° Leandro Torres / Lourival Roldan, 36h07min48
2º Li Dongsheng / Quanquan Guan (Polaris), + 1h35min12
3º Mao Ruijin / Sebastien Delaunay (Polaris), + 2h36min18
4º Maganov Ravil / Kiril Shubin (Polaris), + 4h59min33
5º Wang Fujiang / Li Wei (Polaris), + 6h59min46