Rally Dakar 2017: Iveco no pódio da 1ª Etapa, com Ton van...

Rally Dakar 2017: Iveco no pódio da 1ª Etapa, com Ton van Genugten

Ton van Genugten terminou no 2º lugar, suplantando os IVECO Powerstar de Gerard de Rooy e Federico Villagra, que lideraram no início da prova.

43

Na curta especial de apenas 39 km cronometrados, o IVECO Trakker de Ton van Genugten terminou no 2º lugar, suplantando os IVECO Powerstar de Gerard de Rooy e Federico Villagra, que lideraram no início da prova. Gerard de Rooy marcou o seu próprio ritmo ao longo da 1ª etapa e terminou na 5ª posição, colocando um segundo IVECO nos primeiros cinco lugares. Federico Villagra fechou a jornada no 9º lugar, colocando um terceiro IVECO no top-10.

A 39ª edição do Dakar já está na estrada, tendo os participantes partido cedo na manhã de ontem Asunción (Paraguai), em direcção a Resisténcia (Argentina). Apesar de ter apenas 39 km cronometrados, esta 1ª etapa saldou-se por um percurso particularmente duro em solo paraguaio.

Ton van Genugten foi o homem do dia na IVECO, terminando a etapa apenas a 13 segundos de distância do líder, Martin Kolomy (Tatra). Aos comandos do IVECO Trakker #507, o piloto holandês beneficiou do facto de os líderes da prova terem aberto caminho à sua frente, tendo conseguido manter um andamento que lhe permitiu alcançar o 2º melhor tempo do dia.

Gerard de Rooy, por seu lado, fez exactamente aquilo que tinha dito que iria fazer, e não puxou a 100% pelo seu camião neste primeiro dia, pois a etapa era curta, mas de riscos bastante elevados e com poucas possibilidades de obter grandes vantagens.

“Retirámos pressão aos pneus porque tivemos um problema num sistema, mas isto foi depois da especial, já no percurso de ligação. Não perdemos tempo em prova e estivemos bem durante toda a etapa. Não fomos os mais rápidos, mas concentrámo-nos em não perder tempo”, afirmou De Rooy, no final.

Vencedor do Dakar em 2012 e 2016, de Rooy terminou a especial na 5ª posição, a 42 segundos do mais rápido, colocando um segundo camião IVECO no top-5.

Por sua vez, Wuf van Ginkel, ao volante do IVECO Trakker #525, passou um mau bocado nesta etapa Asunción/Resisténcia. O piloto holandês perdeu muito tempo na estrada e chegou ao fim com 20 minutos de diferença para o líder, caindo na classificação para a 40ª posição. Isto fará com que, hoje, tenha de arrancar bem lá mais para trás, impossibilitando-o de prestar assistência rápida aos seus colegas da IVECO, caso venham a necessitar dela.

Aos comandos do segundo IVECO Powerstar, Federico Villagra não correu quaisquer riscos nesta 1ª etapa e registou um 9º melhor tempo, tendo como objectivo subir na classificação durante os próximos dias. O piloto argentino terminou a etapa com 1m26 de diferença para o mais rápido, colocando um terceiro camião IVECO no top-10 do dia.

Hoje (Terça-feira) os concorrentes partem de Resisténcia com destino a San Miguel de Tucumán, no norte da Argentina. Será uma longa jornada, com 812 km de extensão para os camiões, 275 deles cronometrados.

Classificação da 1ª etapa do Dakar 2017 (Camiões)

1º Martin Kolomy (Tatra), 30m00s
2º Ton van Genugten (IVECO), +13s
3º Martin van den Brink (Renault), +25s
4º Ales Loprais (Tatra), +31s
5º Gerard de Rooy (IVECO), +42s

9º Federico Villagra (IVECO), +1m26s

42º Wuf van Ginkel (IVECO), +20m02s