Rally Dakar 2017: Hélder Rodrigues não arrisca numa especial perigosa

Rally Dakar 2017: Hélder Rodrigues não arrisca numa especial perigosa

Numa Especial onde era fácil cometer um erro e deitar tudo a perder, Hélder Rodrigues decidiu imprimir um ritmo cauteloso na 2ª Etapa do Rally Dakar 2017.

63

Hélder Rodrigues cumpriu hoje a segunda etapa do Rally Dakar 2017, que levou a caravana do rali de Resisténcia até San Miguel de Tucuman.

Aos comandos de uma Yamaha WR450F da equipa Yamaha Racing, o piloto cumpriu esta etapa registando o 31º tempo, posição idêntica à que ocupa na classificação geral.

“Foi um longo dia com uma especial muito perigosa, onde era fácil cometer um erro e deitar tudo a perder. Decidi por isso imprimir um ritmo cauteloso. Não ocupo actualmente uma boa posição, mas estou confiante e tenho ainda pela frente dez longas etapas até chegar ao final. Estou-me a sentir bem na moto e o meu plano para amanhã é dar o meu melhor e recuperar posições”, afirmou Hélder Rodrigues.

A terceira etapa do Rally Dakar, que amanhã se disputa, vai ter um total de 780 quilómetros entre San Miguel de Tucuman e San Salvador de Jujuy. O troço cronometrado de 364 km terá uma segunda parte toda ela disputada acima de 3400 metros de altitude.