Rally Dakar 2017: Gerard de Rooy mantém-se na luta pelo comando nos...

Rally Dakar 2017: Gerard de Rooy mantém-se na luta pelo comando nos Camiões

Ton van Genugten posicionou o Team PETRONAS De Rooy IVECO entre os 5 primeiros na 8ª Etapa; Gerard de Rooy perdeu sete minutos e caiu para o 3º posto

30

Ton van Genugten posicionou o Team PETRONAS De Rooy IVECO entre os cinco primeiros na 8ª Etapa, enquanto Gerard de Rooy perdeu sete minutos e caiu para o 3º posto, mas está apenas a dois minutos de distância do comandante da prova.

As más condições meteorológicas estão a ter um efeito negativo no Rally Dakar 2017, obrigando a organização, pelo terceiro dia consecutivo de competição, a anular parte de uma Etapa. A classe dos Camiões foi a mais afectada, pois a sua competição acabou logo a seguir ao primeiro controlo de passagem, já que, em consequência das chuvas torrenciais, a Estrada nº 9 em Jujuy ficou bloqueada por uma avalanche e a caravana teve de parar quando estava a caminho do bivouac montado em Salta.

Ton van Genugten foi o homem do dia no Team PETRONAS De Rooy IVECO, tendo cortado a meta com apenas 3m49s de diferença em relação ao vencedor da Etapa, Martin van der Brink. Ao volante do IVECO Trakker #507, o piloto holandês continua num bom ritmo nas estradas mais difíceis da América do Sul, mas lamenta as seis horas perdidas na lama em especiais anteriores e que o estão a manter afastado dos lugares da frente na Classificação Geral.

Já Gerard de Rooy sofreu mais um furo e perdeu o 1º lugar, um contratempo que, contudo, não causou grandes danos, pois o experiente piloto holandês chegou ao fim da jornada com apenas sete minutos de desvantagem para o vencedor. Ocupa agora o 3º posto à Geral, estando com o seu IVECO Powerstar #500 apenas a 2m20s de distância do líder dos Camiões.

Por seu turno, Wuf van Ginkel e o seu IVECO Powerstar #525 terminaram muito perto do top-10, com mais 10m42 do que o mais rápido na 8ª Etapa. Van Ginkel procura agora subir na Geral e manter-se entre os 20 primeiros do Rally Dakar 2017.

No final do dia seria Federico Villagra o responsável pelo melhor resultado da IVECO, ao conquistar o 2º lugar da Etapa, depois de uma luta taco-a-taco com Martin van der Brink, este apenas 17s mais rápido do que o argentino. Villagra beneficiou também do atraso de Mardeev e subiu ao 4º posto da Geral.

A organização estava a tentar contornar os problemas resultantes da avalanche que bloqueou a caravana na Estrada nº 9, para que fosse possível prosseguir o caminho até Buenos Aires, mas entretanto veio a público a decisão de anular a 9ª Etapa, entre Salta e Chilecito, que integrava os duros 406 km da ‘Super Especial de Belen’.

Classificação da 8ª etapa do Rally Dakar 2017 (Camiões)

1º Martin van der Brink (Renault), 1h55m20s
2º Federico Villagra (IVECO), +17s
3º Eduard Nikolaev (Kamaz), +42s
4º Dimitry Sotnikov (KAMAZ), +2m42s
5º Ton van Genugten (IVECO), +3m49s

9º Gerard de Rooy (IVECO), +7m13s

11º Wuf van Ginkel (IVECO), + 10m42s

Classificação Geral do Rally Dakar 2017 (Camiões, após a 8ª etapa)

1º Dmitry Sotnikov (Kamaz), 17h52m20s
2º Eduard Nikolaev (Kamaz), +1m46s
3º Gerard de Rooy (IVECO), +2m20s
4º Federico Villagra (IVECO), +29m06s
5º Pascal de Baar (Renault), +45m34s

20º Ton van Genugten (IVECO), +6h04m25s

22º Wuf van Ginkel (IVECO), +7h18m17s