Rally Dakar 2017 está a correr bem para a CRN Competition

Rally Dakar 2017 está a correr bem para a CRN Competition

Todos os pilotos da CRN Competition (Rui Oliveira, Oscar Romero e Fausto Mota) correm no Rally Dakar 2017 com motos Yamaha WR450F na Classe Super Prodution.

53

A equipa CRN Competition, que inscreve três pilotos, todos aos comandos de motos Yamaha WR450F na Classe Super Prodution, cumpriu ontem a segunda etapa do Rally Dakar 2017, que levou a caravana do Rally de Resisténcia até San Miguel de Tucuman.

O piloto espanhol Oscar Romero, que ostenta o #116, terminou a especial de ontem no 48º posto e ocupa agora a 44ª posição da classificação geral. 55º lugar para o colega de equipa Rui Oliveira (#103) que, da primeira para a segunda etapa conseguiu subir 11 posições. Ocupa actualmente o 55º posto. Fausto Mota, com o #105, que ontem registou o 60º tempo, está agora em 58º lugar.

“A etapa de hoje correu-me muito bem. Tive uns pequenos percalços. Ao km 150 fiquei sem travão atrás, mas deu para ir gerindo e correu tudo bem. Agora há que tentar subir na classificação, com calma, com cabeça. O Dakar ainda agora está a começar”, revela Rui Oliveira.

Para Fauto Mota, foi “uma Especial muito perigosa, havia muito pó”.

“Por isso, decidi não arriscar. Foi uma etapa tranquila. A mota está a portar-se muito bem. Já estive a ver o roadbook e o dia de amanhã [hoje] já promete bastante navegação”.

Já Oscar Romero refere que se tratou de “uma etapa sem navegação, com muito pó e alguma lama. Ainda estamos no início do Dakar vamos ver como corre daqui em diante”.

A terceira etapa do Rally Dakar, que hoje se disputa, tem um total de 780 quilómetros entre San Miguel de Tucuman e San Salvador de Jujuy. O troço cronometrado de 364 km terá uma segunda parte toda ela disputada acima de 3400 metros de altitude.