Rally Dakar 2017: Bianchi Prata parou para socorrer Luís Portela

Rally Dakar 2017: Bianchi Prata parou para socorrer Luís Portela

Numa 5ª Etapa encurtada por causa do mau tempo, Luís Portela de Morais caiu e partiu o pé. Pedro Bianchi Prata parou para o socorrer e perdeu ritmo.

43

Pedro Bianchi Prata cumpriu hoje a quinta etapa do Rally Dakar 2017, que levou os concorrentes de Tupiza a Oruro. Uma etapa que teria inicialmente um total de 692 quilómetros com um troço cronometrado de 416 km, mas que teve a sua componente desportiva reduzida a metade devido ao mau tempo.

Para além das muitas dificuldades inerentes à etapa, Pedro Bianchi Prata esteve algum tempo parado a socorrer o seu compatriota Luís Portela de Morais que sofreu uma queda. A classificação actual ainda não reflecte o tempo gasto nesta paragem que ainda vai ser descontado.

“Estou tremendamente cansado e com muito frio. A 2ª parte da Especial foi cancelada devido ao forte temporal que se fez sentir. Para chegar até ao Bivouac tive de fazer cerca de 400 km debaixo de chuva forte, vento e muito frio. Hoje o início da Especial foi caótico com imensos pilotos perdidos e andamento baixo. Depois de parar para acompanhar o Luís Portela de Morais que partiu um pé, não consegui ganhar um bom ritmo e vim até ao final num andamento calmo. Amanhã há mais”, salientou animado à chegada a Oruro, o piloto que participa no Rally Dakar 2017 aos comandos de uma excelente Honda CRF 450 Rally.

A sexta etapa do Rally Dakar, que se disputa hoje, vai ter um total de 786 quilómetros entre Oruro e La Paz, a capital da Bolívia, onde no dia seguinte terá lugar uma merecida pausa. O troço cronometrado de 513 km será todo ele disputado acima de 3800 metros.