Rally Cuesta: Território Motorsport compete em Botucatu com um novo Troller T4

Rally Cuesta: Território Motorsport compete em Botucatu com um novo Troller T4

47

Equipe Troller Racing/Território Motorsport acelera neste fim de semana no Rally Cuesta Off-Road
Rafael Cassol e Lélio Jr competem pela primeira vez a bordo do novo Troller T4 no percurso desafiador de Botucatu, no interior paulista

A dupla goiana Rafael Cassol e Lélio Jr, da equipa Troller Racing/Território Motorsport já tem um desafio para este fim-de-semana (13 e 14), quando competirão pela primeira vez a bordo do novo Troller T4 no Rally Cuesta Off-Road. A prova reunirá grandes nomes do off-road brasileiro em Botucatu (SP) e somará pontos para as terceira e quarta etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country.

Mas a nova dupla da equipa oficial da Troller está de olho, sobretudo, no teste que fará com o equipamento, na última prova da modalidade antes do Rally dos Sertões, em Agosto.

O piloto de Rio Verde (GO) está empolgado e ansioso para acelerar o novo Troller, pois fez apenas um teste quando esteve em Tatuí, no interior paulista, local da sede da Território Motorsport.

Neste teste já percebi que o carro é muito potente e passa uma grande confiabilidade durante a pilotagem. Por isso, esta prova de Botucatu, em especial, será de extrema importância para realizar ajustes finais e um óptimo treino para o Rally dos Sertões“, afirma o piloto de 21 anos, que competirá pela categoria Production T2.

Cassol vem de uma família que é entusiasta do automobilismo e da velocidade. Levantar poeira e pilotar carros 4×4 está no sangue também do pai Vanderlei e do tio Marcos, que são velhos conhecidos do grid e das competições do Cross Country nacional. Marcos Cassol foi campeão do Rally dos Sertões em 2010, a bordo de um dos camiões da Território Motorsport, no mesmo ano em que Vanderlei foi vice-campeão na categoria.

A afinidade da dupla vem desde 2011. Mas Lélio, de 36 anos, natural de Goiânia, tem 17 anos de off-road e é considerado praticamente da família Cassol, pois já competiu ao lado de Vanderlei e Marcos.

Somos amigos antes mesmo de andarmos juntos; quando conheci o Rafael nem carteira de motorista tinha“, brinca o navegador. Como o piloto, Lélio também está focado na prova deste fim-de-semana.

A expectativa é grande, afinal será a primeira oportunidade de testarmos o carro numa prova de verdade. Serão dois dias de rali, o que vai permitir-nos conhecer os limites do carro e adaptar-nos ao equipamento“, explica.

A prova terá um percurso técnico e promete exigir bastante da pilotagem e navegação ao longo dos 353 quilómetros. Serão dois dias de prova – 171,5 por dia -, dos quais 144 de trechos cronometrados. Terra, cascalho, areia, lombas, travessia de riachos, trechos travados e rápidos, dentro de uma área de reflorestamento de eucaliptos, serão algumas das característica da Especial.

Estão 120 veículos inscritos, sendo 28 carros e camiões, 30 motos, 54 UTVs e oito quadriciclos; a concentração do rali será no Ginásio de Esportes Mário Covas. A largada do primeiro carro será a partir das 10 horas, no Sábado e no Domingo, sendo que no Sábado os competidores disputarão um Super Prime, num circuito de 3,6 quilómetros, de dois em dois.