Ralicross de Montalegre II: Resumo da 1ª corrida de qualificação, por categoria

Ralicross de Montalegre II: Resumo da 1ª corrida de qualificação, por categoria

278

O Clube Automóvel de Vila Real regressou a Montalegre, para levar a cabo a sétima prova do Campeonato Nacional de Ralicross/Kartcross (CNRX).

Super Iniciação

Apesar de se queixar de ter sentido problemas de direcção assistida nos treinos, Santinho Mendes (Peugeot 205) arrancou na frente, seguido por Pedro Pereira (Renault Clio), enquanto todos os outros seguem para a Joker Lap. Pouco depois José Eduardo Rodrigues (Toyota Starlet) passa Pereira, que comandava, pois Santinho tinha seguido pela Joker lap. José Eduardo Rodrigues é primeiro, Santinho Mendes anda muito próximo e terminam com os pára-choques praticamente colados. Leandro Macedo (WV Polo) é desde cedo o terceiro classificado e nessa posição termina. Andreia Sousa (Toyota Starlet) seria a quarta classificada e Pedro Pereira não terminava a prova, depois de um toque.

Super Nacional

João Oliveira Partiu do meio da primeira linha, travou bem e ficou na frente da corrida, enquanto todos os outros discutiam a travagem. Tiago Seguro (Peugeot 306) partia da pole, ficava em segundo e tinha que se defender dos (muitos) ataques que sofria. Pouco depois saía da trajectória ideal e perdia posições, baixava para quinto. Paulo Reis (Renault Clio) era quem mais lucrava, passava para segundo e aí terminava a prova. José Sousa (Peugeot 306) subia à terceira posição, à frente de Bruno Ferreira (Honda Civic).

Super 1600

Bruno Gonçalves (Citroen Saxo Kit Car) foi o mais lesto na partida. Pedro Almeida (Peugeot 206 S1600) segue-o e parece ter já resolvido os problemas de motor que sentiu nos treinos. Gonçalves segue para a Joker lap e a partir daí começa uma guerra sem quartel. Hélder Ribeiro (Citroen C2) passa-o, numa manobra espectacular; logo de seguida Bruno Gonçalves recupera o segundo posto. Pedro Almeida vê o motor do Peugeot S1600 perder rendimento e vê-se metido no meio da luta, com a ida à joker, baixa definitivamente para terceiro. Na frente as coisas continuam animadas e é mesmo possível ver Hélder Ribeiro em duas rodas, ou Bruno Gonçalves a tentar passar para a frente. Ao baixar da bandeira Ribeiro vence pela margem de 1,4 segundos.

Super Nacional 4WD

Foi uma corrida sem história, com Daniel Costa (Citroen Saxo Bi-motor) a partir na frente e a comandar até à bandeira de xadrez. Carlos Fernandes (Toyota Celica) Foi segundo.

Kartcross

Pedro Rosário (Semog Bravo) partia da pole-position, mas na curva 1 perdia duas posições. Era Luís Almeida (Semog) quem assumia o comando e José Mota (Semog Bravo) aproveitava a maré para subir para segundo. Entretanto, Nuno Bastos (ASK EVO 14) junta-se ao trio e, tal como na história dos Três Mosqueteiros, passam a ser quatro os protagonistas. Pedro Rosário consegue ganhar alguma distância e passa para segundo, ataca Luís Almeida e o grupo da frente roda cada vez mais compacto. Almeida segue para receber a bandeira de xadrez, Pedro Rosário roda completamente colado, José Mota é terceiro com Nuno Bastos às costas. O Segundo pelotão é comandado a custo por Nelson Rocha (Semog 600), que na última volta conseguiu amealhar uma vantagem curta sobre Artur Monteiro (AG 600)

As provas regressam ao circuito de Montalegre amanhã, Domingo, a partir das 10.00 horas.