Ralicross de Montalegre 2017: Sérgio Castro com o resultado possível no CNKX

Ralicross de Montalegre 2017: Sérgio Castro com o resultado possível no CNKX

O objectivo de Sérgio Castro continua a ser o melhor lugar possível, dentro do top-10, mas num Campeonato em que a concorrência é forte e a sorte parece ser um factor de peso, o fim-de-semana não foi dos melhores

40

Sérgio Castro - Ralicross de Montalegre 2017Realizou-se no passado fim-de-semana, em Montalegre, a quinta prova do Campeonato Nacional de Kartcross (CNKX). Sérgio Castro, o piloto de Figueiró, Paços de Ferreira, esteve presente aos comandos do seu ASK Evo 14. O objectivo do piloto continua a ser o melhor lugar possível, dentro do top-10. Num Campeonato em que a concorrência é forte e a sorte parece ser um factor de peso, o fim-de-semana não foi dos melhores.

O quarto lugar conquistado nos treinos ditou a posição na grelha de partida para a primeira manga de qualificação. A quarta posição conquistada na série reflectiu-se num décimo segundo lugar à geral na manga.

A segunda manga não correu pelo melhor. Um furo veio dificultar a corrida. Mesmo assim, Sérgio Castro deu luta, conquistando o sétimo lugar à geral, depois ter defendido essa posição, durante duas voltas, com um pneu furado.

Findas as classificativas, estava conquistado o décimo lugar para a grelha final. O mesmo será dizer que a partida seria da quarta linha da grelha, o que não seria dos melhores lugares, para evitar a confusão da primeira viragem. Com 20 pilotos em pista, num traçado em que se chega ao fim da recta da meta com muita velocidade, o que obriga a uma travagem bastante forte, estava dado o mote para a ‘lotaria’ da primeira curva.

Primeira partida para a final e bandeira vermelha, devido à confusão na primeira curva que deixou a pista interrompida. Nova partida, nova confusão. Desta vez Sérgio Castro é vítima da situação, ficando parado na primeira curva. A corrida acabava por ali para o piloto.

“A primeira curva é muitas vezes o fim da corrida. Infelizmente fui um dos azarados. Somos muitos, muita velocidade, e muitas vezes as travagens são feitas demasiado tarde. Coisas de corridas”, comentava o piloto no final da prova.

A próxima prova do Campeonato Nacional de Kartcross é em Mação nos dias 9 e 10 de Setembro.