Ralicross de Lousada II 2017: Prova da Whitecross Team dentro das ambições...

Ralicross de Lousada II 2017: Prova da Whitecross Team dentro das ambições delineadas

Para a Whitecross Team, a prova correu dentro das ambições delineadas, com os seus 2 pilotos a lutarem pelos lugares do pódio, embora com sortes diferentes no desfecho da prova

38

Luís Almeida - Ralicross de Lousada 2017A Whitecross Team tem vindo a estar em bom plano no Campeonato Nacional de Kartcross, conseguindo novamente destacar-se na 4ª ronda da época, o Ralicross Lousada II que decorreu na conhecida pista da Costilha em Lousada.

A prova que esteve a cargo do Clube Automóvel de Lousada conseguiu reunir um excelente lote de pilotos, com habitual destaque para o Nacional de Kartcross, que continua a trazer muitas e boas equipas à modalidade, crescendo o nível competitivo de prova para prova.

Para a equipa das Caldas da Rainha, a prova, que foi marcada pelo muito calor e pó, correu dentro das ambições delineadas, com os seus 2 pilotos a lutarem pelos lugares do pódio, embora com sortes diferentes no desfecho da prova.

José Mota vinha motivado da vitória em Sever do Vouga e em Lousada voltou a surpreender com o Semog, começando a prova com um 4º lugar nos treinos cronometrados. Ainda no Sábado garante a 6ª posição no geral da 1ª corrida, repetindo o feito no Domingo de manhã no decorrer da 2ª corrida de qualificação.

A derradeira corrida de qualificação correu de feição ao piloto, que arrecadou um excelente 2º lugar, conseguindo assim um bom lugar na grelha de partida para a decisiva final. Nesta, apesar de todo o espaço ser pouco para os 20 kartcross, a corrida foi decorrendo num ritmo alucinante, sem incidentes de maior, com o piloto a conseguir rodar no top-5, acabando por sair de Lousada com um 4º lugar final.

Luís Almeida não tem tido uma época fácil, mostrando sempre em todas as provas um grande andamento com uma performance notável e sendo sempre dos pilotos mais rápidos em pista, mas os toques têm comprometido os resultados finais ao piloto do Semog.

Em Lousada, o piloto entrou forte, vencendo os treinos cronometrados, arrecadando a 11ª posição na 1ª corrida de qualificação. Nas restantes mangas de qualificação volta a ser prejudicado também pelo pó e por um toque que o fez descer algumas posições, terminando a 3ª corrida na 17ª posição.

Na derradeira corrida do dia, e apesar de partir bastante atrás na confusão do ‘pelotão’, esteve em bom plano recuperando até à 10ª posição final.

A próxima prova será no final do mês com a realização do Ralicross de Montalegre.