Ralicross de Lousada II 2017: Hélder Ribeiro com bom desempenho, mas final...

Ralicross de Lousada II 2017: Hélder Ribeiro com bom desempenho, mas final soube a pouco

A correr em ‘casa’, Hélder Ribeiro entrou motivado em fazer uma boa prova entre os Super 1600 ao longo de todo o fim-de-semana do Ralicross de Lousada

43

Hélder Ribeiro - Ralicross de Lousada 2017O Clube Automóvel de Lousada realizou este passado fim-de-semana a 60ª edição do Ralicross de Lousada, a 4ª ronda do Campeonato Nacional de Ralicross (CNRX), que contou com muito calor e público ao longo dos 2 dias de prova. A correr em ‘casa’ Hélder Ribeiro entrou motivado em fazer uma boa prova entre os Super 1600 ao longo de todo o fim-de-semana, mas acima de tudo também para se divertir e desfrutar de um dos traçados que mais lhe agrada.

O piloto do Citroën C2 S1600 entrou bem com a obtenção do 3º melhor crono nos treinos cronometrados, terminando o dia novamente com a conquista da 3ª posição na 1ª corrida de qualificação. O Domingo começou com a 2ª corrida de qualificação, onde o piloto de Lousada alcança a 2ª posição no geral, mantendo a 3ª após as 2 corridas já realizadas.

Na 3ª e derradeira corrida de qualificação, a prova não correu de feição, perdendo algum tempo ao rodar atrás do ‘pelotão’, não indo além da 6ª posição, descendo a 4º após as corridas de qualificação.

Partindo da 2ª linha da grelha de partida, o piloto fez um bom arranque, assumindo a 4ª posição na fase inicial, mas numa travagem para evitar um toque, acabou por fazer meio pião e dar um toque na barreira, perdendo algum tempo para retomar a prova, conseguindo colar-se novamente ao resto do pelotão, terminando as 7 voltas da decisiva final na 8ª posição final.

“É sempre bom correr em Lousada, pois a motivação é ainda maior. Tivemos um arranque de prova bastante bom, face ao nível competitivo que existe nos Super 1600, rodar nos 3 primeiros é sem dúvida excelente. Na 3ª corrida acabámos por perder algum tempo no desenrolar da corrida e acabámos por descer uma posição que nos colocou na 2ª linha da grelha de partida.

Na final, apesar do bom arranque, para evitar um toque, acabei por embater numa barreira e fiquei parado, perdendo algum tempo para retomar a corrida, mas deu para terminar. O fim-de-semana estava a ser excelente, este resultado na final acaba por saber a pouco, mas vamos em Montalegre tentar novamente lutar pelos lugares do pódio”, referiu o piloto da HR Racing Team.

O Campeonato prossegue no final do mês com o Ralicross de Montalegre.