Rali Vinho Madeira 2016: Francisco Abreu estreia-se com o carro ‘0’

Rali Vinho Madeira 2016: Francisco Abreu estreia-se com o carro ‘0’

Como madeirense, Francisco Abreu sempre sentiu o desejo de percorrer as belas estradas sinuosas da sua ilha integrado no 'Rali Vinho Madeira'.

329

Francisco Abreu estrear-se-á nos ralis numa das provas mais importantes do calendário do Campeonato Nacional da categoria, o Rali Vinho Madeira, abrindo as estradas aos comandos do carro 0.

O Campeão Nacional de Velocidade em título cresceu com ‘o rali’, tendo sido um espectador assíduo da prova que projectou nomes como Henri Toivonen, Massimo Biasion, Andrea Aghini, Adruzilo Lopes, Giomenico Basso ou Bruno Magalhães e, como madeirense, sempre sentiu o desejo de percorrer as belas estradas sinuosas da sua ilha integrado no ‘Vinho Madeira’.

“O Rali Vinho Madeira é uma das provas de estrada mais bonitas e espectaculares que existem, dadas as características das nossas estradas e também as paisagens de cortar o fôlego da nossa ilha. Desde tenra idade, pela mão do meu pai, participei neste rali como espectador e adepto, mas chegou a hora de ter o grande prazer de conduzir nestas estradas fantásticas que a ‘minha’ ilha ostenta”, afirmou Francisco Abreu.

O piloto apoiado pela King Tony, iMed, C. Santos VP, Brisa Maracujá, C.D. Nacional e Diário de Notícias terá a responsabilidade de abrir a estrada com o Carro 0, um Peugeot 208 R2, tendo como função verificar se existem as condições para que a prova possa ser levada avante e avisar os muitos espectadores de que os concorrentes vão iniciar as suas passagens competitivas.

Francisco Abreu, que será navegado pelo experiente Duarte Lagos, mostra-se entusiasmado com este novo desafio, muito embora esteja ciente de que terá um novo mundo para descobrir e responsabilidades que terá que cumprir.

“Quero agradecer a todos os que me permitiram ter esta oportunidade que é muito importante para mim, até por que é uma oportunidade de poder estar ao volante de um carro de competição frente ao fabuloso povo madeirense. Sei que terei que me adaptar a uma filosofia diferente, como ouvir notas, por exemplo, mas conto com a valiosa experiência do Duarte para ultrapassar qualquer contrariedade que possa ter. Tenho uma função de grande responsabilidade, e essa será alvo da minha atenção prioritária, mas se puder dar algum espectáculo ao muito público que habitualmente se desloca aos troços do rali, melhor”, frisou o piloto do Funchal, visivelmente entusiasmado.

O Rali Vinho Madeira terá o seu início no próximo dia 4 de Agosto, estendendo-se até ao dia 6 ao longo de dezanove Provas Especiais de Classificação (PECs).