Rali do Chipre 2017: ARC Sport e Bruno Magalhães juntos na defesa...

Rali do Chipre 2017: ARC Sport e Bruno Magalhães juntos na defesa da liderança do ERC

É a primeira vez na história do Campeonato da Europa de Ralis (ERC) que uma equipa portuguesa se mantém na liderança ao fim de três provas disputadas

58

Bruno Magalhães (ARC Sport) - Seajets Acropolis Rally 2017É a primeira vez na história do Campeonato da Europa de Ralis (ERC) que uma equipa portuguesa se mantém na liderança ao fim de três provas disputadas. Bruno Magalhães e Hugo Magalhães conquistaram três pódios em três ralis e abriram o campeonato a vencer em terras açorianas. Agora há que defender essa posição em Chipre, para que seja possível continuar a acalentar o sonho europeu.

“Tudo é possível! Vamos fazer o que temos feito até aqui e focar o nosso trabalho para que seja possível fazer mais um bom rali. Temos de subir degrau a degrau, e neste momento é mais um rali onde o objectivo é voltar a ser muito competitivo, tal como aconteceu na Grécia, e com isso sair da primeira metade do campeonato da Europa na liderança. Se conseguir dar continuidade ao projecto e começar a pensar que tudo é mesmo possível, então logo se verá. Para já estamos muito concentrados em fazer uma excelente prova, onde a concorrência volta a ser de alto nível”, afirmou Bruno Magalhães.

A ARC Sport entrou no ERC 2017 a vencer e acredita que este projecto com Bruno Magalhães e Hugo Magalhães, aos comandos do novo Skoda Fabia R5 da equipa de Aguiar da Beira, poderá continuar a dar frutos.

“Estamos muito confiantes e entusiasmados com os resultados conquistados até aqui. Vamos voltar a dar o nosso melhor para que a equipa continue tão competitiva como demonstrou ser nos Açores, nas Canárias e na Grécia. O Bruno e o Hugo são excelentes profissionais e depositamos total confiança nesta sua participação no Rali de Chipre”, disse Augusto Ramiro.

O Rali do Chipre vai estar na estrada a 17 e 18 de Junho, conta com 14 especiais de classificação e com uma equipa portuguesa que tem a Europa no coração e pretende continuar a liderar o ERC 2017.