Rali de Mortágua 2017: Muito produtivo para João Vieira e Daniel Pereira

Rali de Mortágua 2017: Muito produtivo para João Vieira e Daniel Pereira

João Francisco Vieira e Daniel Pereira tiveram uma etapa difícil, mas nunca baixaram os braços; conseguiram terminar mais esta jornada da Taça Nacional de Ralis e foram compensados com a vitória entre os P1 e ainda um 4º lugar da geral.

35

João Vieira - Rali de Mortágua 2017 - PódioJoão Francisco Vieira regressou este passado fim-de-semana à Taça Nacional de Ralis Terra, alinhando na edição de 2017 do Rali de Mortágua, prova da responsabilidade do Clube Automóvel do Centro.

A prova desenrolou-se em piso de terra e foi um duro teste para pilotos e máquinas. Na Sexta-feira decorreu a primeira especial do rali, a Super Especial de Mortágua, decorrida em piso de asfalto e pensada para o público que correspondeu e apareceu em força dando um ambiente fantástico naquele pequeno percurso.

No Sábado, mais 7 provas especiais completavam o programa do rali, com estas especiais a revelarem-se algo difíceis e nada fáceis de superar, acabando o piso duro das mesmas por trazer muitas desistências entre as equipas.

João Francisco Vieira e Daniel Pereira tiveram uma etapa difícil, mas nunca baixaram os braços; conseguiram terminar mais esta jornada da Taça Nacional de Ralis e foram compensados com a vitória entre os P1 e ainda um 4º lugar da geral.

“Confirmamos que os troços de Mortágua são demolidores. Partimos um cabeçote da suspensão e fizemos dois troços nestas condições. Apesar dos problemas, o resultado final foi fantástico e gratificante pelo esforço que fizemos já na parte final do rali.

Deixo um agradecimento à Monteiros Competições, Município de Amarante, MCoutinho, Madalena Ginásio, Jorge Amortecedores, Standart, TERRA Arquitectos, e um especial ao Daniel Pereira pelo excelente desempenho”, refere o piloto de Amarante.