Rali de Mortágua 2017: Gil Antunes com ambições à vitória

Rali de Mortágua 2017: Gil Antunes com ambições à vitória

A prova a cargo do Clube Automóvel do Centro irá disputar-se em piso de terra, será a penúltima prova do Campeonato e provavelmente bem interessante de acompanhar, pois todos os títulos estão ainda por entregar.

44

Gil Antunes - Rallye Vidreiro 2017O Campeonato Nacional de Ralis (CNR) está de regresso à estrada e prossegue nos próximos dias 22 e 23 de Setembro na zona centro do país, onde terá lugar a edição de 2017 do Rali de Mortágua.

A prova a cargo do Clube Automóvel do Centro irá disputar-se em piso de terra, será a penúltima prova do Campeonato e provavelmente bem interessante de acompanhar, pois todos os títulos estão ainda por entregar.

Gil Antunes e Diogo Correia regressam nesta ronda, depois da ausência no Rali Vinho Madeira, por ser a prova que escolheram para não pontuar. A dupla de Sintra está na luta pelo título no Campeonato Nacional de Ralis Duas Rodas Motrizes e ainda nos Rc3, mas com noção de que para conseguirem o feito não dependem apenas da sua performance.

Assim sendo, a dupla do Renault Clio R3T parte para a prova focada em lutar pela vitória nos 2RM.

“A conquista do título não está unicamente dependente do nosso resultado, pois as contas estão mais favoráveis ao nosso mais directo adversário! Contudo, há ainda a possibilidade de sermos campeões e para tal é importante vencer já em Mortágua e é com esse foco que vamos arrancar para a prova!

Vamos para o tipo de piso que mais me agrada e onde me sinto mais à vontade, vamos tentar entrar fortes desde o início, há a noção que o rali será certamente bem disputado, mas estamos confiantes no nosso desempenho, com vontade de fazer um bom rali, tentar estar no lote dos pilotos mais rápidos e esperar para ver como tudo se irá desenrolar”, refere Gil Antunes.

O Rali de Mortágua deixa boas recordações para Gil Antunes e Diogo Correia, pois venceram a edição de 2016 com este mesmo Renault Clio R3T.

A prova vai para a estrada na Sexta-feira à noite, onde irá decorrer a Super Especial nocturna em piso de asfalto e onde é esperado uma grande moldura humana, como já vem sendo hábito nas edições anteriores.

No Sábado tempo para uma tripla passagem em Mortágua/Calvos e uma dupla passagem em Póvoa de Sebo e Felgueira, perfazendo 176,67 kms de percurso total de prova, sendo que 104,25 serão disputados em contra-relógio.