Rali de Mortágua 2017: Competisport focada em amealhar o máximo de pontos

Rali de Mortágua 2017: Competisport focada em amealhar o máximo de pontos

A prova em piso de terra irá contar com a equipa Competisport, que fará alinhar na prova Luís Mota e Alexandre Ramos, com um Mitsubishi Lancer EVO VI.

32

Competisport - Azores Airlines Rallye 2017Após uma alongada pausa de 4 meses a Taça Nacional de Ralis Terra irá prosseguir nos próximos dias 22 e 23 de Setembro, com nova edição do Rali de Mortágua, prova da responsabilidade do Clube Automóvel do Centro e que será também pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis (CNR).

A prova em piso de terra irá contar com a equipa Competisport, que fará alinhar na prova Luís Mota e Alexandre Ramos, com um Mitsubishi Lancer EVO VI.

O piloto do Cartaxo parte para o rali em piso de terra focado em terminar e amealhar o máximo de pontos, pois quatro das seis provas já estão realizadas e nesta fase tudo pode começar a ficar decidido na classificação geral da Taça, onde ocupam no momento a 3ª posição, tendo já subido por 2 vezes ao pódio.

Sendo um rali num tipo de piso onde o piloto já tem provas dadas da sua competitividade, em Mortágua Luís Mota será também um dos nomes na luta pelos três primeiros lugares.

“Vamos como sempre dar o nosso melhor e tentar fazer o melhor resultado possível, se possível um lugar no pódio ou até mesmo vencer, mas a principal ambição é mesmo amealhar pontos para a Taça e também divertir e desfrutar de um rali em piso de terra que me agrada, com um Mitsubishi EVO VI bem preparado pela Domingos Sport Competição”, salientou Luís Mota.

A Competisport está também na disputada pelo título de equipas na Taça Nacional de Ralis Terra, liderando a competição e contando em Mortágua com os pilotos Luís Mota e José Marceano para somar pontos.