Rali da Polónia 2017: Resumo e comentários do dia 3 da Citroen...

Rali da Polónia 2017: Resumo e comentários do dia 3 da Citroen Racing

Durante a 2ª Etapa do Rali da Polónia, todos os 3 pilotos da Citroën Total Abu Dhabi WRT conseguiram combinar velocidade com consistência. Lefebvre subiu para o 7º lugar da geral, enquanto Mikkelsen entrou nos pontos

50

Craig Breen - Rali da Polónia 2017 - 3º DiaO dia mais longo do rali contou com quatro especiais, cada uma delas corrida por duas vezes, com um Parque de Assistência a dividir as rondas a meio. No final do loop da tarde, os concorrentes voltaram pela terceira e última vez à Super Especial de Mikolajki Arena.

Com os pilotos com Prioridade 1 a correr pela ordem inversa das suas posições no campeonato, Craig Breen e Andreas Mikkelsen foram os primeiros a entrar para os troços, enquanto Stéphane Lefebvre era o quinto piloto na estrada. Com sol a regressar aos céus de Mazury, estava longe de ser certo que estas posições representassem uma vantagem.

Nas primeiras especiais, os pilotos dos C3 WRC entraram rapidamente no ritmo máximo, desafiando os tempos dos líderes da geral. Ao ser o 4º e depois o 5º mais rápido nas SS13 e SS14, Lefebvre subiu uma posição na geral, chegando ao 8º lugar. Apesar das pequenas incursões por fora de estrada, Mikkelsen correspondia ao ritmo do seu jovem companheiro de equipa, sendo o piloto norueguês o 6º mais rápido na SS11 e o 5º na SS13, mostrando-se muito satisfeito com o seu carro.

Confortável nas duas primeiras especiais do dia, Breen sofreu um pouco nas seguintes, com pequenos erros nas transições entre as secções secas e molhadas dos troços e também pelo facto de que era o primeiro na estrada.

Após a Assistência a meio do dia, Lefebvre dava continuidade ao trabalho feito de manhã, alcançando um 5º tempo na SS16 e mais dois 3ºs nas SS17 e SS18. Com o abandono de Latvala subiu para o 7º lugar da geral, estando apenas a 15 segundos de Suninen. Com dois tempos no top-5 durante a tarde, Mikkelsen também ganhou um par de posições, assumindo o 10º lugar à frente de Hänninen.

Hoje corre-se a última Etapa deste Rali da Polónia, com quatro Especiais, disputadas sem qualquer assistência de permeio. A Power Stage tem transmissão ao vivo na televisão, iniciando-se às 12h18 (hora local, 11h18 em Portugal).



Comentários

YVES MATTON, DIRECTOR DA CITROËN RACING
“Obtendo performances consistentes, os nossos três pilotos tiveram um bom dia, demonstrando que fizemos um bom trabalho de preparação para o rali. Em condições secas, pudemos ver que as actualizações feitas no WRC C3 permitiram aos pilotos puxar ainda mais, mantendo o controlo.

Tal como ontem, devemos destacar o forte desempenho do Stéphane Lefebvre, que subiu na classificação geral. Agora cabe-lhe terminar esse trabalho amanhã e registar um resultado positivo. Foi um dia encorajador, mas devemos trabalhar ainda mais para recuperar os últimos décimos de diferença”.

STÉPHANE LEFEBVRE
“Acho que hoje tive um bom dia, certamente o melhor dia ao volante do Citroën C3 WRC. Não foi fácil de encontrar o ritmo certo ou as afinações correctas ao passar de uma Especial para a outra mas, apesar de tudo, tudo correu bem e fui capaz de puxar sem correr grandes riscos. Vou permanecer concentrado e pronto para aproveitar a menor oportunidade de subir mais um pouco na geral. Há ainda quatro Especiais para disputar”.

ANDREAS MIKKELSEN
“Estou satisfeito com a nossa performance na Etapa de hoje. Desde o início do dia que o carro parecia rápido nestas condições. Claro que continuamos a trabalhar a fim de melhorar mais um pouco. Reduzi um pouco o ritmo na segunda passagem, pois não queria arriscar um furo nas raízes escondidas”.

CRAIG BREEN
“Senti-me muito mais confortável no WRC C3 hoje. Pude começar a construir a confiança que ao longo das Especiais. Não foi fácil, tendo em conta que era o primeiro na estrada. Tive que lidar com as mudanças de aderência e acabei por fazer alguns erros. Espero que a experiência adquirida neste fim-de-semana seja útil na Finlândia”.