Rali da Alemanha 2017: Antevisão da Citroen Racing

Rali da Alemanha 2017: Antevisão da Citroen Racing

Após 5 provas em terra, o WRC regressa ao alcatrão para a 10ª ronda da temporada. A Citroën Total Abu Dhabi WRT alinha no Rali da Alemanha ADAC com três C3 WRC para as duplas Kris Meeke / Paul Nagle, Craig Breen / Scott Martin e Andreas Mikkeelsen / Anders Jaeger.

51

Citroen Racing - Rali da Finlândia 2017 - 3º DiaApós cinco provas em terra, o WRC regressa ao alcatrão para a décima ronda da temporada. A Citroën Total Abu Dhabi WRT alinha no Rali da Alemanha ADAC com três C3 WRC para as duplas Kris Meeke / Paul Nagle, Craig Breen / Scott Martin e Andreas Mikkelsen / Anders Jaeger.

Um rali muito especial para a Citroen Racing

Desde 2002, e com a sua inclusão no calendário do Campeonato do Mundo FIA, o Rali da Alemanha ADAC tornou-se num dos pontos altos da temporada. A história da prova está intimamente ligada à da Citroën, que se pode gabar de 12 vitórias consecutivas na Alemanha – incluindo 11 em WRC – graças aos talentos de Philippe Bugalski, Sébastien Loeb, Sébastien Ogier e Dani Sordo. Com efeito, a Citroën tem mais sucessos neste evento do que qualquer outra.

É habitual dizer-se que ‘a Alemanha’ é formada por três ralis num só rali. É indiscutível que as várias especiais são todas bastante diferentes, o que torna as coisas complicadas em termos de set-up e afinações dos carros, gestão de pneus e estilo de condução. Além disso, há que contar com a meteorologia que, muitas vezes, dificulta as condições.

Este ano, o rali começa ao final da tarde de Quinta-feira com um prólogo citadino cronometrado em Saarbrücken, a capital do Sarre. Na Sexta-feira, os concorrentes percorrem as zonas de vinhas ao longo do rio Mosel, cumprindo as agora clássicas Especias de Mittelmosel e Grafschaft, mais três passagens pela nova Super Especial de Wadern-Weiskirchen. No dia seguinte, as equipas dirigem-se para a base militar de Baumholder, cuja pista em cimento é ladeada por hinkelsteins, ou seja, bermas com enormes pedras anti-tanque. Ali, as Especiais de Panzerplatte irão, certamente, dilatar os tempos entre os concorrentes.

No Domingo, assistir-se-à a um novo formato para a Etapa final, com uma Especial em Losheim am See e regresso a St. Wandeler Land para o final do rali. Existem diversas novidades no programa, nomeadamente a mudança de local do parque de assistência do rali, agora localizado junto ao rio em Bostalsee em vez de Trier.

Objectivos: Progredir com base no trabalho feito nos testes

Com estradas rápidas recheadas de ganchos na Sexta-feira, pistas militares no Sábado e amplas estradas rurais no Domingo, o Rali da Alemanha ADAC oferece três tipos de piso bem diferentes, exigindo um aturado trabalho de preparação por parte das equipas de engenheiros e dos pilotos.

Nesse sentido, a Citroën Racing realizou sete dias de testes com o C3 WRC em ritmo de preparação para a prova. Kris Meeke, Craig Breen e Andreas Mikkelsen trabalharam por turnos, de forma a reunir a máxima informação possível e decidir quais as melhores afinações em função da meteorologia. No último dia de testes, Sébastien Loeb completou a sua primeira sessão de testes ao volante do Citroën. Todos estes dados serão extremamente valiosos no decorrer do rali, mas a equipa terá sempre de estar atenta à meteorologia.

Esta é a segunda prova da temporada totalmente em asfalto, e as equipas da Citroën Total Abu Dhabi WRT têm alguns trunfos na manga. Kris Meeke e Paul Nagle, que comandaram o Rali da Córsega até serem afastados devido a problemas mecânicos, vão querer acertar as contas. Quanto a Andreas Mikkelsen e Andres Jaeger, basta recordar que, em 2016, a dupla tinha os melhores tempos no final da primeira Especial do Rali da Alemanha e apostam tudo numa participação de relevo nesta sua primeira prova em alcatrão com o C3 WRC.

Embora com uma experiência algo limitada neste tipo de piso, Craig Breen e Scott Martin vão, mais uma vez, apostar tudo para um lugar entre os cinco primeiros, um resultado que já obtiveram por cinco vezes e que os coloca na sétima posição da classificação do Campeonato do Mundo.

Programa do Rali da Alemanha 2017
(horas locais, +1 hora do que em Portugal)

QUINTA-FEIRA, 17 AGOSTO
* 08h00: Shakedown – Eiweiler (5,12 km)
* 18h58: Partida (Saarbrücken)
* 19h08: ES1 – Super Especial de Saarbrücken (2,05 km)
* 20h23: Parque Fechado (Bostalsee)

SEXTA-FEIRA, 18 AGOSTO
* 08h30: Assistência A (Bostalsee – 15’)
* 09h23: ES2 – Super Especial Wadern-Weiskirchen 1 (9,27 km)
* 10h46: ES3 – Mittelmosel 1 (22,00 km)
* 11h31: ES4 – Grafschaft 1 (18,35 km)
* 13h09: ES5 – Super Especial Wadern-Weiskirchen 2 (9,27 km)
* 14h29: Assistência B (Bostalsee – 30’)
* 16h17: ES6 – Mittelmosel 2 (22,00 km)
* 17h02: ES7 – Grafschaft 2 (18,35 km)
* 18h40: Super Especial Wadern-Weiskirchen 3 (9,27 km)
* 19h40: Assistência C (Bostalsee – Flexi 48’)

SÁBADO, 19 AGOSTO
* 08h00: Assistência D (Bostalsee – 15’)
* 09h11: ES9 – Super Especial Arena Panzerplatte 1 (2,87 km)
* 09h31: ES10 – Panzerplatte 1 (41,97 km)
* 10h29: Zona de mudança de pneus (Birkenfield– 10’)
* 11h10: ES11 – Freisen 1 (14,78 km)
* 12h08: ES17 – Römerstrasse 1 (12,28 km)
* 13h50: Assistência E (Bostalsee – 30’)
* 15h16: ES13 – Super Especial Arena Panzerplatte 2 (2,87 km)
* 15h29: ES14 – Super Especial Arena Panzerplatte 3 (2,87 km)
* 15h49: ES15 – Panzerplatte 2 (41,97 km)
* 16h47: Zona de mudança de pneus (Birkenfield – 10’)
* 17h28: ES16 – Freisen 2 (14,78 km)
* 18h26: ES17 – Römerstrasse 2 (12,28 km)
* 19h27: 19h40: Assistência F (Bostalsee – Flexi 48’)

DOMINGO, 20 AGOSTO
* 06h25: Assistência G (Bostalsee – 15’)
* 07h25: ES18 – Losheim am See 1 (13,02 km)
* 08h46: ES19 – St. Wendeler Land 1 (12,95 km)
* 10h28: ES20 – Losheim am See 2 (13,02 km)
* 12h18: St. Wendeler Land 2 (12,95 km)
* 12h38: Final
* 13h00: Pódio