Portugal Padel Masters: Bela/Lima confirmam favoritismo e levam o troféu para casa

Portugal Padel Masters: Bela/Lima confirmam favoritismo e levam o troféu para casa

Apesar dos parciais desnivelados (6/2, 1/6 e 6/1), o encontro foi muito equilibrado, mas nos momentos-chave a dupla sul-americana conseguiu superiorizar-se aos adversários e arrecadar o troféu.

29

Bela_LimaA dupla argentina Fernando Belasteguin/Pablo Lima venceram o par espanhol composto por Paquito Navarro e Sanyo Gutierrez, por 2-1 (parciais de 6/2, 1/6 e 6/1), em jogo a contar para a Final do Portugal Padel Masters, que decorreu na Praça da Maratona do Estádio de Honra do Compleco Desportivo do Jamor.

Apesar dos parciais desnivelados, o encontro foi muito equilibrado, mas nos momentos-chave a dupla sul-americana conseguiu superiorizar-se aos adversários e arrecadar o troféu.

No final da “aventura portuguesa”, Lima referiu na “flash interview” que “ganhámos 4 torneios e parece que é um desastre, mas penso que estamos a fazer uma bela campanha; temos os mesmos 4 torneios que os rivais [Navarro/Gutierrez], mas há muitos candidatos ao título; tanto eu como o Bela temos experiência, mas há outros factores que determinam a vitória num torneio”.

Belasteguin, que lidera o ranking mundial há 15 anos consecutivos, concordou com o parceiro de equipa, acrescentando que “faltam 5 torneio e ainda o Masters final, para o qual já estamos apurados; vamos continuar com esta parceria e espero continuar no circuito por muitos e bons anos, pois quando a minha cabeça estiver focada noutra coisa, paro de jogar imediatamente; gosto muito de jogar com Pablo [Lima], pois formamos uma dupla muito forte e entrosada”.

O derrotado Paquito Navarro também deu a sua opinião e mostrou-se resignado: “Eles [Bela e Lima] foram muito fortes e merecem o troféu; erraram menos, mostraram-se mais sólidos e por isso a vitória é justa”.

Bela e Lima levam para casa 18 mil euros de “prize-money” e conquistam 1700 pontos para o ranking mundial, que continuam a liderar com alguma vantagem sobre os rivais mais directos.

Já Navarro e Gutierrez poderiam ter reduzido a desvantagem para os sul-americanos para apenas 50 pontos (no ranking mundial), mas a derrota deixa-os ainda mais longe, apesar de terem arrecadado 1020 pontos e 11700 euros de prémio monetário.