Rio’2016: Nuno Santos explica recusa à selecção olímpica portuguesa

Rio’2016: Nuno Santos explica recusa à selecção olímpica portuguesa

Nuno Santos explicou que não se sentia em condições físicas aceitáveis, pois esteve parado durante 6 meses, devido a lesão, e a recuperação está a ser dolorosa

127

A convocatória do técnico Rui Jorge para a selecção olímpica de Futebol, que vai participar nos Jogos Olímpicos Rio’2016, já está envolta em polémica devido ao facto de haver apenas 17 jogadores chamados, quando os regulamentos permitem um máximo de 18 atletas.

Na altura da revelação da convocatória, o seleccionador nacional referiu apenas que o 18º elemento ainda estava a negociar com o seu clube os termos da cedência à selecção.

No entanto, a verdade dos factos é que Nuno Santos (actualmente no V. Setúbal, por empréstimo do Benfica) foi um dos 18 jogadores a ser chamado, tinha autorização dos sadinos para participar na prova, mas recusou o “convite”.

Esta 4ª Feira, o jogador utilizou as redes sociais para explicar a sua decisão e “limpar a face”, dizendo numa curta nota que “todos os atletas gostam de participar nos Jogos Olímpicos e eu não fujo à regra; no entanto tenho de ser honesto comigo próprio, com Portugal, com o seleccionador e com os meus colegas; estive parado 6 meses devido a uma lesão e ainda estou a recuperar; dia após dia, sinto dores e desde o início de Julho que os treinos estão a ser complicados; não me sinto em condições físicas de representar Portugal ao mais alto nível e achei que seria melhor abrir espaço para outro atleta que esteja em melhores condições; espero que entendam a minha decisão e a minha explicação, pois a verdade dos factos é esta e mais nenhuma”.

Recorde-se que Portugal está incluído no Grupo D do Torneio Olímpico de Futebol Masculino (que se inicia no próximo dia 4 de Agosto), juntamente com as congéneres da Argentina, Honduras e Argélia.