Mundial de Tricicleta 2017: Sandra Semedo e treinadora já estão na Dinamarca

Mundial de Tricicleta 2017: Sandra Semedo e treinadora já estão na Dinamarca

A triciclista Sandra Semedo, de 29 anos, que corre na categoria RR2, disputará as provas de 100, 200, 400 e 800 metros no Mundial de Tricicleta em Frederiksberg (Dinamarca)

59

Sandra Semedo - TriciclistaA atleta Sandra Semedo e a treinadora Ana Nunes vão ser as ‘representantes’ da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (APCC) no Campeonato do Mundo de Tricicleta, cujas provas decorrerão nos dias 13, 14 e 15 de Julho, na Dinamarca. Sandra defenderá as três medalhas (duas de ouro e uma de prata) conquistadas no ano passado, enquanto que Ana Nunes caberá chefiar a delegação portuguesa, por ser a actual seleccionadora nacional.

Nesta competição, a triciclista de 29 anos (que corre na categoria RR2) disputará as provas de 100, 200, 400 e 800 metros. Vai tentar aumentar um currículo onde constam já, além das referidas medalhas internacionais, diversos títulos nacionais (é a actual campeã de Portugal de todas as distâncias da sua categoria) e sete recordes portugueses nas classes RR2 e RR3.

Sandra Semedo nasceu em Coimbra há 29 anos e estreou-se o ano passado em grandes competições internacionais em representação de Portugal. Começou a praticar tricicleta em 2012, na APCC (de que é utente desde criança), sempre sob a orientação de Ana Nunes, responsável pelo treino de todos os atletas desta modalidade na instituição.

Além de Sandra Semedo, a Selecção Portuguesa para este Campeonato, pela primeira vez com a supervisão de Ana Nunes, é constituída por outros dois atletas: Hugo Correia e João Lomar.

O Campeonato do Mundo de Tricicleta de 2017 (evento com origem na Taça do Mundo, com mais de 20 edições, mas que só este ano toma esta designação) vai disputar-se na cidade dinamarquesa de Frederiksberg. Em prova estarão cerca de 100 atletas, em representação de 12 países. Além da vertente competitiva, este evento desportivo inclui actividades de cariz social e cultural e fóruns para atletas, treinadores e chefes de delegação.

A tricicleta é uma modalidade realizada em pistas de atletismo, destinada exclusivamente a pessoas com paralisia cerebral. Trata-se de uma competição mista, com três classes de competição, em que os atletas correm com os pés, num equipamento com três rodas e três apoios. Na APCC, começou a ser praticada há quase duas décadas, tendo sido retomada com particular entusiasmo nos últimos anos.