Mundial de Surf Júnior: Arranque da Selecção portuguesa em Hyuga deixa boas...

Mundial de Surf Júnior: Arranque da Selecção portuguesa em Hyuga deixa boas expectativas

A boa prestação nestes primeiros heats de prova, contribuiu para a armada lusa levar 9 atletas para a frente da competição e três surfistas preparam-se para dar luta nas repescagens. Afonso Antunes destacou-se ao obter o segundo maior score do último dia.

26

Afonso Antunes - Mundial de Surf Júnior 2017O Mundial de Júniores arrancou neste Domingo, na praia de Hyuga, no Japão. Portugal enfrenta mais de 40 Selecções com uma equipa forte e unida.

A boa prestação nestes primeiros heats de prova, contribuiu para a armada lusa levar nove atletas para a frente da competição e três surfistas preparam-se para dar luta nas repescagens. Afonso Antunes destacou-se ao obter o segundo maior score do último dia.

A competição começou com bons resultados para os lados da equipa portuguesa. Afonso Antunes brilhou na sua bateria e terminou com o segundo melhor score desta primeira ronda (17,33 pts). O atleta Joaquim Chaves terminou em segundo lugar nos dois heats com as primeiras baixas para Portugal a surgirem depois de Guilherme Ribeiro e João Vidal serem levados para as repescagens.

Na categoria feminina, Mafalda Lopes derrotou a equatoriana Shania Torres e está na próxima fase, tal como Francisca Veselko que se prepara para disputar o primeiro lugar com Kana Nakashio, Juliette Lacome e Saffi Vette.

Nos sub18, João Moreira terminou em segundo, com 11.13 pontos, e Francisco Almeida passou para a terceira ronda, após ter vencido a sua bateria com uns grandes 15,10 pontos. Gonçalo Vieira alcançou bons resultados nas suas provas e também se encontra na segunda fase da competição.

Já Tomás Ribeiro encontrou um inspirado Noah Hill mas conseguiu virar o heat com as suas duas últimas ondas, passando em segundo atrás do norte-americano. Perdeu na segunda ronda contra Jonas Tawharu (Nova Zelândia) e Zouhir Sélyann (Marrocos).

Camila Costa alcançou um score de 7.96 pts na bateria e compete agora no sexto heat da segunda ronda. Matilde Passarinho também se destacou e vai disputar ondas com a japonesa Minori Kawai, Valentina Resano, da Nicarágua, e Uhaina Joly, da seleção francesa.

“Estes dois primeiros dias foram positivo para Portugal. Apresentámos um bom nível de surf e, de uma maneira geral, estamos a competir bem. Temos três atletas nas repescagens mas todos eles com boas perspectivas de seguirem em frente. Amanhã vai ser um dia com ondas mais pequenas mas depois o mar deve subir, situação que nos agrada para o resto da semana”, comenta David Raimundo, seleccionador nacional de surf.