Mundial de Motocross: Equipas começam a chegar a Águeda

Mundial de Motocross: Equipas começam a chegar a Águeda

Depois de uma passagem pela cidade italiana de Ottobiano, os pilotos tiveram um curto período de descanso; já os mecânicos tiveram imenso trabalho com as máquinas e uma longa viagem pela frente.

53

Campeonato do Mundo de MotocrossApesar do GP Portugal, 12ª Etapa do Campeonato do Mundo de Motocross, começar apenas na próxima 6ª Feira, algumas equipas já estão em Águeda a preparar uma das melhores provas do ano.

Depois de uma passagem pela cidade italiana de Ottobiano, os pilotos tiveram um curto período de descanso; já os mecânicos tiveram imenso trabalho com as máquinas e uma longa viagem pela frente.

Junto ao Rio Águeda, os camiões e caravanas oficiais (que vão fazer parte do paddock) das principais equipas já se encontram no Parque de Estacionamento do Crossódromo Internacional de Águeda.

Quatro anos depois, Águeda quis voltar a ser a “Cidade do Motocross” e para isso reuniu os apoios necessários para renovar a carismática pista de modo a acolher os mais de 250 pilotos, que fazem parte das 5 classes que estão sob a alçada da Federação Internacional de Motociclismo (FIM).

Num verdadeiro “contra-relógio”, os organizadores da prova vão montar todo o “circo” durante esta 5ª Feira, ficando os acabamentos para a 6ª Feira de manhã, que já deverá contar com a presença de alguns pilotos e motos para os primeiros testes.

Durante a tarde do mesmo dia, a maior parte dos pilotos estarão numa acção de promoção da FIM, que decorrerá no centro da cidade, que estará decorada com um dos “ex-libris” da cidade de Águeda: os chapéus de chuva de mil cores.





PARTILHAR