Mundial de Maratonas BTT: Queda e indisposição frustram expectativas de medalha

Mundial de Maratonas BTT: Queda e indisposição frustram expectativas de medalha

312

Uma queda de Tiago Ferreira e uma indisposição de Luís Leão Pinto impediram a Selecção Nacional/Liberty Seguros de lutar hoje pelas medalhas no Campeonato do Mundo de Maratonas BTT, disputado em Val Gardena, nos Dolomitas (Itália).

Tiago Ferreira foi atirado ao chão por uma manobra perigosa de um adversário na primeira descida do percurso, quando seguia no grupo da frente, depois de ultrapassar junto dos melhores a dureza da primeira subida do traçado de 87 quilómetros. O corredor viseense ainda tentou prosseguir, mas as fortes dores e as escoriações por todo o corpo obrigaram-no a abandonar.

Luís Leão Pinto partiu muito atrás, mas fez uma recuperação rápida e já estava na frente na primeira dificuldade. O esforço empregue para tão grande subida no pelotão pode ter sido a causa da forte indisposição, com vómitos, que o forçou também a desistir.

Estamos desolados com tanta falta de sorte. Os corredores preparam-se muito bem. Passámos aqui uma semana excelente de trabalho e tínhamos o Luís e o Tiago em excelente momento de forma para discutir a corrida. Infelizmente, as contingências da corrida não o permitiram”, afirmou o seleccionador nacional de BTT, Pedro Vigário.

O austríaco Alban Lakata sagrou-se campeão mundial, precisando de 4h24m46s para cumprir os 87 quilómetros da maratona. A medalha de prata foi para o suíço Christoph Sauser, que gastou mais 2m07s, enquanto a medalha de bronze viaja para a Colômbia, na bagagem de Héctor Paez, que ficou a 2m15s do vencedor.