Mundial de Estrada 2017: Francisco Campos 67º na prova de fundo para...

Mundial de Estrada 2017: Francisco Campos 67º na prova de fundo para sub-23

Os 191 quilómetros da prova de fundo para sub-23 do Campeonato do Mundo de Estrada, que hoje decorreu em Bergen (Noruega), não correram de feição à Equipa Portugal.

35

Francisco Campos - Mundial de Estrada 2017 - Prova de Fundo Sub23Os 191 quilómetros da prova de fundo para sub-23 do Campeonato do Mundo de Estrada, que hoje decorreu em Bergen (Noruega), não correram de feição à Equipa Portugal.

José Neves ainda deu nas vistas, numa fuga madrugadora, mas o melhor luso a cortar a meta foi Francisco Campos, 67º classificado, a 4m44s do ciclista do WorldTour Benoit Cosnefroy, novo campeão mundial.

Apesar das nuvens negras que pairavam sobre a cidade norueguesa, o sol parecia sorrir às cores nacionais logo nas primeiras pedaladas. José Neves partiu para a fuga do dia logo nos quilómetros iniciais, integrando o grupo de 12 elementos que animou a fase inicial da prova.

Depois de 120 quilómetros escapado, o alentejano não resistiu às movimentações do pelotão, sendo absorvido e acabando por abandonar, já depois de ter cedido uma roda a Ivo Oliveira.

A corrida começou a ser movimentada pelas equipas com maiores aspirações a cerca de 50 quilómetros do fim, altura em que atacaram alguns dos melhores corredores sub-23 do pelotão internacional. Ivo Oliveira esteve atento e respondeu a essas acções, mas não teve capacidade para seguir os adversários mais fortes, acusando o esforço despendido quilómetros atrás para recolar ao pelotão após avaria na toda traseira.

O endurecimento foi progressivo, num pelotão com vários corredores já com experiência e rodagem WorldTour, o que lhes confere uma vantagem substancial sobre os adversários com menor ritmo e sem grande experiência em competições tão longas.

Foi na derradeira volta que aconteceu a grande triagem. A fase mais dura do circuito partiu o pelotão em grupos e deixou na frente o alemão Lennard Kämna e o francês Benoit Cosnefroy, dois dos membros do WorldTour presentes. O ritmo vivo do primeiro pelotão não foi suficiente para detê-los e a discussão do título mundial foi a dois.

A vitória foi para o Benoit Cosnefroy, ciclista da Ag2r, que, no mês passado, fora segundo no Campeonato da Europa. Depois da medalha de ouro no contra-relógio por equipas, há uma semana, ao serviço da Team Sunweb, Lennard Kämna, teve hoje de contentar-se com o bronze. O terceiro classificado, a 3 segundos, foi o dinamarquês Michael Carbel Svendgaard.

Francisco Campos pagou o preço de não estar acostumado a corridas com esta extensão – durante toda a época nunca fez uma etapa com 190 quilómetros -, ‘descolando’ do pelotão na última volta para cortar a meta em 67º, a 4m44s. André Carvalho foi 96º, a 9m16s, e Ivo Oliveira 101º, com o mesmo tempo.

Durante a manhã, correndo sob chuva, Maria Martins foi a 44ª classificada na prova de fundo para júniores femininas. A ciclista portuguesa completou os 76,4 quilómetros a 8m52s da vencedora, a italiana Elena Pirrone, que ganhou isolada, após um ataque desferido na penúltima das quatro voltas ao exigente circuito de Bergen.

O grupo mais próximo, composto por nove corredoras, chegou 12 segundos depois, com a dinamarquesa Emma Jorgensen a conseguir a medalha de prata e a italiana Letizia Paternoster a ficar com o bronze.

“As sensações não foram más, mas também não foram as melhores. A prova foi disputada com uma intensidade muito grande e senti que preciso ainda de perder algum peso para estar bem num terreno como este”, admitiu Maria Martins no final da corrida.

A Equipa Portugal compete neste Sábado na prova de fundo para júniores, na qual estará representada por Afonso Silva, Pedro José Lopes e Pedro Miguel Lopes. A prova arranca às 8h30 (hora de Portugal Continental) em Rong, terminando na cidade de Bergen.

O pelotão júnior vai completar 133,8 quilómetros, resultantes de um percurso de 39,5 quilómetros entre Rong e Bergen, de um traçado de 17,9 quilómetros em pleno circuito urbano e de quatro voltas completas ao circuito, cada uma com 19,1 mil metros.

A corrida de júniores pode ser vista em directo no Eurosport, a partir das 10h30.