Mundial CIK-FIA 2017: Caio Collet prevê que seja o mais competitivo da...

Mundial CIK-FIA 2017: Caio Collet prevê que seja o mais competitivo da sua carreira

Caio Collet, que no seu primeiro Mundial em 2015 levou o Brasil ao pódio depois de 17 anos, prevê muita competitividade, principalmente porque a categoria OK (equivalente a Graduados no Brasil) reúne os principais kartistas do mundo.

17

Caio Collet - Birel ART RacingO momento mais esperado no ano para o kartista brasileiro Caio Collet (All Road Management / Matrix Energy Trading) e outros 90 pilotos de todo o mundo inscritos na categoria OK está chegando. Entre os dias 21 e 24, será disputado no PF International Kart Circuit, em Brandon (Inglaterra), o Mundial de Kart CIK-FIA 2017.

Collet, que no seu primeiro Mundial em 2015 levou o Brasil ao pódio depois de 17 anos, prevê muita competitividade, principalmente porque a categoria OK (equivalente a Graduados no Brasil) reúne os principais kartistas do mundo.

O traçado de 1.382 metros de PFI não será novidade para o piloto paulista de 15 anos. Além dos testes realizados na pista no final do mês passado, Collet já correu em 2015 uma das etapas do Europeu no circuito.

“Acredito que este Mundial será o mais competitivo e mais difícil da minha carreira. Mas estamos trabalhando forte para estarmos prontos na hora certa”, declarou.

“Nas últimas semanas, também me dediquei bastante ao treinamento físico e andei de kart para manter o ritmo e estar o melhor possível preparado para a disputa”, continuou o brasileiro que, desde o ano passado, foi escolhido por Nicolas Todt para integrar a All Road Management, ao lado de ‘feras’ como Felipe Massa, Charles Leclerc, entre outros.

“Tem sido um ano de muito trabalho junto com a Birel ART Racing, desenvolvendo os motores TM Racing, fornecidos apenas para a nossa equipa. No Europeu, os resultados finais não foram tão bons quanto nos outros anos, mas tivemos boas apresentações em algumas baterias e isso mantém a nossa confiança para o Mundial”, lembrou Collet.

Como no Europeu, o Mundial será dividido em baterias classificativas, com os 34 melhores disputando a Final no Domingo. As provas podem ser acompanhadas ao vivo pelo site www.cikfia.com (no Domingo as Finais estão previstas a partir das 10 horas de Brasília).

“Estamos acostumados com este formato, que já usámos no Europeu e demais competições na Europa. É preciso dosear e ter cautela em alguns momentos, sem arriscar muito. O importante é ser constante para ter uma boa posição de largada na Final”, completou Collet.

Em 2015, na disputa do seu primeiro Mundial, Caio Collet foi ao pódio, chegando em terceiro lugar na pista italiana de La Conca, correndo pela categoria KF Júnior. Foi o primeiro pódio brasileiro desde a vitória de Ruben Carrapatoso em 1998.