MotoGP: Veteranos da Dunlop em Moto3 destacam-se em Moto2

MotoGP: Veteranos da Dunlop em Moto3 destacam-se em Moto2

36

Apenas uma semana após o Grande Prémio dos EUA, Brno é o anfitrião da nomeação da República Checa no Campeonato de Moto FIM. Na semana passada Alex Rins tornou-se o segundo piloto veterano de Moto3 a vencer uma corrida de Moto2. O primeiro foi Jonas Folger, com duas vitórias nesta temporada e com grandes possibilidades no circuito de Brno, onde venceu a sua única corrida de Moto3 em 2012. Actualmente existem quatro pilotos que estiveram presentes no pódio tanto de Moto3 como Moto2: Rins, Folger, Cortese e Salom.

Brno é um circuito de oito curvas à esquerda e seis curvas à direita. Os engenheiros da Dunlop escolheram pneus macios e médios, com excepção de Moto2, onde os pilotos podem optar por uma especificação rígida para pneus traseiros.

O melhor de Brno 2014

A corrida de Moto3 foi incrivelmente renhida, impondo-se no fim Alex Masbou. Os três primeiros classificados cruzaram a meta em 0,187 segundos. Alex Márquez ficou demasiado atrás para atingir o pódio, apesar de ter terminado a corrida com uma diferença de apenas 0,2 segundos. Os três primeiros classificados correram todos com chassis diferentes: Honda, KTM e Husqvana, e na competição de Moto2 Kalex conseguiu o pódio com uma vitória folgada.

Dado de destaque
O pneu traseiro rígido ‘997’ com o qual Rabat venceu a corrida foi introduzido no circuito de Brno no ano anterior, quando Mika Kallio o utilizou para vencer a sua primeira presença em circuito com asfalto a uma temperatura de 21 graus. O piloto Esteve Rabat alcançou a vitória com o mesmo pneu no circuito de Losail em 2014, com a pista com, pelo menos, mais dez graus. Isto prova a versatilidade da última geração de pneus Dunlop, que proporciona uma maior durabilidade e velocidade em diversas condições de circuitos.

Dunlop #ForeverForward

A mudança rápida para pneus lisos de Philipp Oettl no início da corrida de Moto3 de Indianápolis levou-o do final da classificação de partida para o terceiro lugar. As suas 31 posições obtidas durante a época colocam o alemão, com uma margem significativa, novamente no topo da classificação Dunlop #Forever Forward que premia as melhores ultrapassagens. Livio Loi venceu a corrida tendo começado no 26º lugar, o que o coloca dentro dos dez melhores.

Foi excelente ver o Alex Rins a ganhar a sua primeira corrida de Moto2 como um antigo piloto de Moto3. A Dunlop orgulha-se de fornecer pneus em séries nas quais os pilotos podem avançar. Estamos certos de que veremos mais êxitos destes e de outros pilotos veteranos antes do fim do ano”, afirmou Simon Betney, Gestor de Eventos Internacionais da Dunlop Motorsport.

Tabela completa da classificação Dunlop #ForeverForwardAs melhores manobras de ultrapassagem de Indianápolis.